sábado, 23 de agosto de 2008

Salmo,103:2

“Bendiga o Senhor a minha alma! Não esqueça de nenhuma de suas bênçãos.”

Tem dia que a gente acorda meio desanimado, parece que o novo dia não terá nenhuma surpresa, nenhuma novidade, nenhum motivo pra se levantar da cama e dizer: “Hoje vai ser diferente.”
A gente já acorda pensando nos problemas que parecem não ter fim, olhando ao nosso redor e enxergando todas as circunstâncias contrárias que nos abatem , falando e murmurando além da conta.
Dificilmente acordamos e dobramos os nossos joelhos para apresentar a Deus o nosso dia.
É mais fácil já reclamarmos que nos submetermos a esta tão “difícil tarefa”.
Como seria acordar, e já pela manhã, ajoelharmos para agradecer a noite tranqüila que tivemos e, para pedirmos ao Pai um dia de vitórias e direção?
Como seria entregar toda inquietação da nossa alma a Ele e suplicarmos a Sua misericórdia e vontade para aquele momento?
E ainda: Como seria aceitar os conselhos do Pai durante todo o dia e, no final dele, poder respirar aliviado por tudo ter dado certo?
Acho que ainda dá tempo de fazer isso.
Vou experimentar.





Meire Raposo – 03/06/08 – 10:41 hs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar este blog