sábado, 23 de agosto de 2008

2 Coríntios, 6:10

“Entristecidos, mas sempre alegres...” (2 Coríntios, 6: 10a)

Parece tão absurdo isso!
Como pode alguém está entristecido e ao mesmo tempo alegre?
Na verdade, as circunstâncias, os problemas, a luta diária, trazem angústia ao nosso coração.
Dificilmente alguém que está preocupado ou com algum problema urgente pra resolver, fica rindo o dia inteiro.
Porém, estar entristecido pelas circunstâncias da vida, não nos faz uma pessoa triste.
A tristeza tem o poder de nos abater, mas é uma coisa passageira, com tempo marcado de acabar.
É possível sim ser alegre e estar entristecido. Porque a alegria é um fruto do Espírito, é uma verdade interior, e não um estado emocional.
É sorrir diante do problema por saber que ele é menor que o seu Deus.
É ter a certeza que o problema não durará mais que o tempo suficiente da solução.
É crer que o Pai cuida de nós em todos os momentos e que nunca nos abandonará.
Ser alegre é frutificar expor o fruto da nossa confiança em Deus.





Meire Raposo – 19/08/08 – 9:35 Hs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar este blog