quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Mateus,28:20

"...eis que estou convosco todos os dias..."

Ah! Que promessa maravilhosa.
Saber que teremos a companhia do Espírito de Deus em todo lugar que estivermos, em qualquer momento de nossas vidas e sempre que precisarmos.
Tem palavra mais animadora que esta?
É muito bom saber que estamos sendo cuidados por um Deus Todo-Poderoso, um Deus tremendo que faz e desfaz o que quer e quando quer a nosso favor.
Um Deus que nos avisa a respeito do futuro e que esquece os nossos erros do passado.
Um Deus que cria e recria situações,só pra vê em nossos lábios um sorriso e, em nossa boca uma canção.
Um Deus que nos ama incondicionalmente e que mesmo sendo tão grande, deseja morar num lugar tão pequeno: o nosso coração.

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

"Ainda que eu ande pelo vale..."

Hoje, enquanto eu caminhava, deparei-me com um vale logo abaixo de mim. Um vale diferente. 
O rio Paraíba do Sul. 
Como estamos em época de seca, suas águas quase desapercebidas, formam pequenos lagos de águas parada entremeadas a pedras e pedregulhos.
Muitas vezes nossa vida é como este vale.
Em época de estiagem, precisamos nos conter com os pequenos lagos formados para nos saciar em meio a tantos obstáculos e pedras no caminho desértico.
Lagos que já foram correntezas ativas, mas que hoje subsistem a seca espiritual a fim de refrigerar a nossa alma.
No entanto, há um rio que desce direto do trono de Deus. Rio de águas cristalinas, capaz de saciar a nossa sede em qualquer época da nossa vida. Águas que purificam, que restauram.
Águas que jorram a fim de nos refrigerar, dessedentar e renovar nossas forças até a próxima estação..

terça-feira, 26 de agosto de 2008

A Alegria do Senhor é a nossa Força

Tem gente que se sente incomodado com a nossa alegria.
Eles chegam a nos perguntar:
"Aqui, você não está vendo o gigante que você terá que enfrentar? Por que então você não tira este sorriso dos lábios?"
Ah... a nossa alegria não está firmada em circunstâncias deste mundo, mas na verdade espiritual que nos envolve:
Fiel é Deus.
Nós cremos num Deus que abre mares ou se Ele achar necessário, faz-nos andar em cima dele.
Nosso Deus é o Deus do impossível.
Sua soberania vai além do visível e abrange o ilimitado.
Não há nada que Ele não possa fazer.
Ele mesmo nos toma pela mão e diz:
"Vá, Eu sou contigo."
Levante a cabeça e contagie este mundo infeliz com a sua alegria.

Gênesis,22:2

“Tome o seu filho unigênito e sacrifica-o como holocausto a mim.”

Senhor, quero lhe pedir perdão sobre cada desobediência cometida por mim. Perdoa-me por querer fazer a minha vontade e de não ter dado ouvido a Sua voz.
Perdoa-me por todo este tempo ter tirado minhas próprias conclusões desagradando ao Seu coração.
Neste momento, quero oferecer minha vida em sacrifício vivo no Seu altar. Sei que não será nada fácil, mas que direito tenho eu de impedir a Sua vontade?
Tem misericórdia da minha vida, minhas atitudes, meus pensamentos.
Nada posso lhe pedir a não ser a Sua graça na minha vida e a Sua vontade.
Não tenho créditos em minha conta no céu, já saquei tudo o que tinha direito q ainda estou em débito. Por isso, por Seu amor, salda minha dívida com o Senhor e receba meu coração como penhor do meu arrependimento.
Lava-me com o Seu sangue e me ajuda a não cair mais em tentação.
Purifica minha mente, minhas emoções e a minha vida, e declaro que a partir de hoje estou pronta para receber a Sua vontade e cumpri-la.
Muito obrigada por este amor tão grande. Amém.




Meire Raposo – 21/08/08 – 11:07 hs

sábado, 23 de agosto de 2008

Atos,27:25

“...confio em Deus que me sucederá do modo que me foi dito.”

Sou da quarta geração de cristãos em minha família.
Cresci ouvindo dos feitos maravilhosos de Deus na vida da minha parentela, e presenciando muitas respostas de oração feita por meus pais.
Já fui curada instantaneamente, e já vi milagres acontecer em minha casa.
Ainda criança o Senhor começou a me fazer promessas.
Algumas já se cumpriram, outras, espero até hoje.
Tem dia que meu coração incrédulo quer falar mais alto e minha visão carnal, embaça a minha fé.
No entanto, logo o Espírito me retorna a fidelidade do Pai e me traz de volta a confiança Nele.
Afinal, o Deus que já curou um câncer, que já desfez laços de morte e que já nos deu o impossível, não será capaz de cumprir a Sua própria palavra?
Sem sombras de dúvida.



Meire Raposo – 18/08/08 – 9:00 hs

Salmo,78:72

“E Ele... os dirigiu com mãos precavidas.”
(Salmo,78:72)

Deus tem uma grande preocupação: Avisar-nos a cerca do futuro.
Se não fosse assim, não saberíamos nada sobre o céu e o inferno, o presente e o passado, sobre os anjos e os principados.
Desde o princípio, o Senhor planejou cada detalhe, sabendo de nossa dificuldade de aceitar Sua orientação.
Ele abundou em graça para com o nosso pecado, cresceu em misericórdia para com as nossas desobediências, acrescentou Sua fidelidade para com a nossa negligência e superabundou em amor, para nos revelar a Sua grandeza.
Seu conselho está sempre nos acompanhando, Sua voz terna, paciente, revelando-nos até onde podemos ir e Sua mão cuidadosa, dirigindo cada passo que damos evitando o mal.
É certo que nem sempre deixamos que Ele nos dirija, e por isso passamos por tantos atropelos nessa vida.
Ainda preferimos ouvir o nosso enganoso coração a seguir a orientação de um sábio e onisciente Deus.
Achamos que sabemos de tudo, no entanto somos artificialmente guiados pelo limite de nossa visão.
Nossos pés vacilantes, clamam por uma direção certa, e ao invés disso, pisamos em pedras a beira do abismo achando que nunca iremos cair.
Certamente, um dia entenderemos que só Ele tem o melhor, e passaremos a direção de nossa vida para a Sua mão. Talvez isso nos custe um coração despedaçado, uma falência financeira ou uma fragilidade carnal. Mas com certeza, ainda assim, Ele nos fará feliz.




Meire Raposo – 15/08/08 – 08:26 Hs

Gênesis,32:24

“E Jacó lutou com o Anjo até o romper do dia.”


Às vezes eu me pego na seguinte pergunta:
É certo lutar com Deus pedindo o que eu quero?
Jacó sempre soube o que queria, e desde o ventre de sua mãe lutou para conquistar a primogenitura.
Comprar o direito de seu irmão foi fácil, enganar o seu pai e conseguir a sua bênção, também não foi difícil, mas e agora? Como ele faria pra conseguir a bênção de Deus?
Bom, ele resolveu que clamaria pedindo isso, e quando o anjo apareceu para, quem sabe, lhe dar a resposta, ele não satisfeito lutou até que a resposta lhe fosse favorável.
E então, ao raiar o dia, sua bênção estava em suas mãos.
Porém, sua vida nunca mais foi a mesma.
Seu caminhar agora dependia do amparo do Pai, seus passos trôpegos não o permitiam mais fugir, e sua decisão foi servir ao Deus vivo até a sua morte.
Com essa história eu posso tirar uma lição:
Pra receber do Pai aquilo que meu coração almeja, preciso estar disposto a ser dependente Dele para o resto de minha vida.
A condição está feita, aceita-la agora é comigo.



Meire Raposo – 20/08/08 – 13:25 hs

2 Coríntios, 6:10

“Entristecidos, mas sempre alegres...” (2 Coríntios, 6: 10a)

Parece tão absurdo isso!
Como pode alguém está entristecido e ao mesmo tempo alegre?
Na verdade, as circunstâncias, os problemas, a luta diária, trazem angústia ao nosso coração.
Dificilmente alguém que está preocupado ou com algum problema urgente pra resolver, fica rindo o dia inteiro.
Porém, estar entristecido pelas circunstâncias da vida, não nos faz uma pessoa triste.
A tristeza tem o poder de nos abater, mas é uma coisa passageira, com tempo marcado de acabar.
É possível sim ser alegre e estar entristecido. Porque a alegria é um fruto do Espírito, é uma verdade interior, e não um estado emocional.
É sorrir diante do problema por saber que ele é menor que o seu Deus.
É ter a certeza que o problema não durará mais que o tempo suficiente da solução.
É crer que o Pai cuida de nós em todos os momentos e que nunca nos abandonará.
Ser alegre é frutificar expor o fruto da nossa confiança em Deus.





Meire Raposo – 19/08/08 – 9:35 Hs

Salmo,40:1

“Esperei com paciência no Senhor.”

Por que tardam as promessas de Deus?
Existem vários motivos, mas quero me deter a um: Ele testa a nossa confiança Nele.
Podemos ter esta certeza, ao ler algumas histórias da bíblia.
Abraão tinha 65 anos quando Deus lhe prometeu um filho. Anos e mais anos se passaram, pra ser sincero, 35 anos se passaram. Abraão já estava com 100 anos e sua esposa Sara, com 99 anos. Aos olhos naturais, eles já haviam passado da idade de ter um filho. Porém, a promessa de Deus não falhou na vida de Abraão e eles puderam contemplar o cumprimento da palavra do Senhor.
José também teve uma promessa de Deus, de governar um povo. Na época, ele tinha apenas 17 anos. Mas se você ler a sua história, verá que ele foi traído por seus irmãos mais velhos, vendido por eles e ainda passou duros anos de escravidão no Egito. Você poderia até pensar: Que promessa é esta?Porém, ao completar 30 anos, José vivenciou a promessa de Deus e ainda pode salvar a vida daqueles que um dia o fizeram sofrer.
Pra encerrar, temos Davi.
Ah!!! Esse é um belo exemplo de confiança no Senhor. Aos 12 anos foi ungido o rei de Israel, e em lugar de glória, ele recebeu desprezo, em lugar de coroa, perseguição, e no lugar do palácio, um deserto foi sua habitação por longos anos. Mas Deus não falha, e aos 30 anos ele foi coroado o rei de Israel, e em toda história não houve outro semelhante a ele.
Infelizmente, nossa capacidade de entendimento não alcança a onisciência de Deus, e por isso achamos que está tardando o cumprimento de Deus em nossa vida.
Contudo, creia, Deus sempre nos dá a vitória no tempo certo.


Meire Raposo – 16/08/08 – 11:32 Hs

Eclesiastes,11:3

“Estando as nuvens cheias, derramam aguaceiro sobre a terra...”

Você já reparou como se começa uma tempestade?
Ventos começam a soprar por todo lado.
O sol se esconde em meio às densas e escuras nuvens.
O dia começa a parecer noite, e logo tudo se transforma.
Na nossa vida, muitas vezes acontece o mesmo.
Quando tudo parece estar tão bem, logo vêm os ventos, que nos esbarram de um lado e do outro querendo nos derrubar.
Depois, a alegria do dia se esvai e começa a escurecer a nossa visão.
E com tudo isso, olhamos para o céu, e nele vemos nuvens carregadas, escuras, barulhentos trovões e raios assustadores.
É a tempestade que se formou rapidamente, e que não nos demos conta como.
Mas é só uma questão de tempo.
Nenhuma tempestade dura para sempre, pelo contrário, elas vão se embora tão rápido quanto vieram.
E sabe o que é o melhor disso tudo?
Por mais assustador que tenha sido e apesar dos estragos que tenha feito, ela passou, e deixou toda a terra regada, um ar mais puro e fresco e, um lindo arco-íris no céu.
Para sentir o refrigério, é preciso passar pela escuridão.
Pense nisso.





Meire Raposo – 13/08/08 – 21:22 Hs

Isaías,46:4

“E, quando ficarem velhos, Eu serei o mesmo Deus; cuidarei de vocês quando tiverem cabelos brancos. Eu os criei e os carregarei; Eu os ajudarei e salvarei."



Bom ouvir isso, não é?
Saber que Deus não nos abandonará nunca, nem quando ficarmos velhos.
Realmente essa palavra nos revela a amplitude do Seu amor e a grandeza da Sua misericórdia.
Vivendo em um mundo egoísta e totalmente intolerante com os idosos, ler essa palavra em Suas escrituras, nos mostra, realmente, quem é o nosso Pai.
Não permita que nada desanime você, nem a sua idade.
Os grandes homens da bíblia começaram o seu ministério depois da maturidade, e nem por isso foram esquecidos ou deixados de lado.
Tempo, é só questão de referência.
A verdade é uma só, você é filho de Deus e Ele o fez eterno.



Meire Raposo – 06/06/08 – 10:40 hs

Jonas,1:12

“ Joguem-me para fora do barco e esta tempestade passará, pois eu sei que é por minha causa que ela caiu sobre vocês.”

Ao ler essa passagem, imagino-me na popa de um barco a deriva em alto mar.
Céu escuro, ventos fortes, ondas altíssimas empurrando-me para fora e, chuvas torrenciais machucando o meu corpo.
Num instante eu penso: “Não tem mais jeito, o melhor é, me jogar no mar e acabar logo com isso”.
Mas ao mesmo tempo, imagino:: “E se eu demorar afundar e a tempestade passar? Não conseguirei mais alcançar o barco”.
É aí que percebo a verdade do momento.
Pior que enfrentar a tempestade no barco, é enfrentá-la fora dele.
Sempre que estamos numa situação de conflitos, pensamos em desistir, recorremos ao cansaço e o desânimo toma conta de nossas forças.
Mas vamos refletir um momento.
Por pior que seja, ainda estamos salvos.
Por mais cansados que estejamos, ainda temos uma esperança.
Acreditando ou não, este ainda é o melhor lugar para se estar.
Não adiantará fugir do problema, ele não deixará de existir, e nos acompanhará.
O melhor é esperar a nuvem passar, secar o convés, levantar as velas e continuar a jornada.




Meire Raposo – 05/06/08 – 11: 33 hs

João,19:11

“...Nenhuma autoridade terias sobre mim, se de cima não lhe fosse dada...”


Essa palavra é um alento em meio às aflições.
Saber que nada nos acontece sem a permissão do Pai, nos deixa mais confiantes, mais fortalecidos, menos abatidos.
Às vezes é difícil aceitar, mas se pararmos de olhar carnalmente e começarmos a enxergar com os olhos espirituais, veremos que o Senhor converte toda a maldição em bênção e toda desvantagem em avanço espiritual.
Nenhuma lágrima sai dos nossos olhos sem que esta seja colhida pelo Senhor.
Nenhum tropeço na caminhada escapa do olhar de misericórdia do Pai.
Nenhuma tristeza em nossa alma passa despercebida Dele.
Tudo está sob o Seu domínio e debaixo da Sua soberania.
Nem mesmo o Diabo se esconde do Senhor. Nem seus pensamentos Lhe são encobertos.
Todo plano forjado contra nós vem assinado com a autorização de Deus, e é Ele mesmo que determina o tempo de duração de cada prova.
Ele conhece até onde conseguirmos chegar, e por isso determina nossa vitória no momento certo.
Creia nisso.




Meire Raposo – 14/08/08 – 10:56 Hs

Êxodo,14:21

“...o Senhor... toda aquela noite, fez retirar-se o mar...”

Acabei de ler esse versículo, e realmente posso dizer que é uma grande verdade.
Às vezes, passamos por noites em nossa jornada cristã, mas há noites que além de serem escuras, são longas e frias, como as noites de inverno.
Geralmente, pensamos que o dia nunca mais virá em nossa vida, tamanha a demora da aurora.
Passei por muitas experiências desse tipo em minha caminhada e hoje, passando por uma noite longa de inverno, vejo que é nessa intempérie que o agir do Pai é fiel.
É claro que não enxergamos esse agir, pois a escuridão da noite nos impede. Mas uma coisa é certa, enquanto estamos estagnados numa posição, sem poder andar para a direita ou para a esquerda, é que Deus está trabalhando, movendo os obstáculos a nossa frente.
É quando estamos sem saída.
A noite é escura demais para enxergarmos outro caminho.
Inimigos a nossa espreita pra nos destruir e, a nossa frente um mar do tamanho do Vermelho.
É exatamente nesse momento que o Senhor usa a noite para cegar os olhos dos nossos adversários.
Ele abre o mar a nossa frente e manda que atravessemos. A escuridão não nos permite olhar ao redor, e por isso não tememos os muros do impossível sobre nós, e ao chegarmos do outro lado, o dia renasce, o milagre chega e a promessa se torna real em nossa vida.
Enquanto estamos na escuridão, não temos noção do quanto Deus está trabalhando a nosso favor.
Mas basta clarear o dia, que passamos a enxergar e a entender o porquê da noite ter se demorado tanto.
Era preciso tempo para agir.
Todo aquele mar precisava ser levantado em muros, e uma estrada seca se formar para que pudéssemos atravessar com segurança.
E os inimigos?
Alguns ficaram pra trás, outros, por insistirem, morreram tentando nos seguir num caminho que era só nosso.
Realmente a noite dura o tempo suficiente para o agir de Deus.
Acredite.



Meire Raposo – 04/06/08 – 12:00 hs

Êxodo,15:2

“O Senhor é a minha força e a minha canção...”

Estar debaixo da vontade de Deus requer obediência.
Não é fácil esperar o agir de Deus e não agirmos por nós mesmos.
Não é fácil crer naquilo que nem de longe enxergamos.
Porém, é melhor estarmos debaixo da nuvem que tentar sair pra fora dela.
Imagine o povo de Israel achar que sabia o caminho para Canaã e seguirem a jornada no deserto sem a provisão do Senhor?
Não teria a nuvem para livrá-los do sol escaldante do deserto e nem a tocha de fogo à noite, para aquecê-los e lhes iluminar o caminho.
Sem dizer na água que era sempre suprida e o maná que Deus mandava todos os dias para saciar a fome.
É certo, que muitas vezes a nuvem se estacava em determinado lugar e lá ficava por dias, meses e até anos, até Deus movê-la novamente.
No entanto, todos aqueles que confiaram em Deus entraram na terra prometida e lá receberam a herança do Senhor.




Meire Raposo – 16/08/08 – 11:53 Hs

Romanos,4:18-19

“Abraão, esperando contra a esperança, creu... sem enfraquecer na fé...”
( Rm, 4:18-19)

Hoje ouvi uma pequena ilustração e fiquei a pensar em minha vida.

“Certa mulher, acordou pela manhã e foi para a feira a fim de comprar vegetais, frutas e verduras para a sua família. Ao chegar lá, começou a comprar: Banana para o seu filho atleta, hortaliças para a sua filha vaidosa, frutas para o seu marido...e o vendedor chegou para ela e perguntou: “O que vai comprar pra você? “Ela, por um instante, parou e pensou: “O que eu posso levar para mim?” Ah!!! Já sei. Vou levar jiló. Há anos não como, pois minha família não gosta e nunca compro para mim.”

Eu já fui como esta mulher.
Ao analisar minha vida, vejo que deixei de fazer muitas coisas em função de outras pessoas.
Abdiquei de sonhos, interesses, vontades, tudo para agradar ou não desagradar alguém.
Mas o que eu ganhei com isso?
Absolutamente nada.
Ao olhar para trás, me sinto frustrada por não ter feito tanta coisa que queria, e por ter desistido de sonhos que hoje poderiam ser concretos e usufruídos por mim.
No entanto, antes de me assentar aqui para escrever essas reflexões, li o versículo que está escrito acima.
Ainda posso conquistar tudo o que deixei para trás.
Ainda posso sonhar e alcançar cada sonho plantado em meu coração por Deus.
Ainda posso ser eu mesma e deixar exalar de minhas atitudes, minha verdadeira personalidade.
Descobri com o tempo, aliás, ele ensinou-me que se deixa de ser nós mesmos em função de alguém, é porque na verdade esse alguém não nos aceita como somos realmente, e se não nos aceita, é porque não nos ama.
Ninguém tem o direito de frustrar os nossos sonhos, ninguém, em sã consciência, atrapalha a vida de uma pessoa por amor.
Amar é aceitar o outro como ele é.
É entender as suas necessidades, embora muitas venha bater de frente com o nosso orgulho.
É apoiar e ser cúmplice do amado.
Antes de qualquer coisa, é respeitar o direito que cada um tem de ser feliz e querer a sua liberdade.
Realmente, lutar contra a oposição e as circunstâncias que nos são apresentadas, não é nada fácil.
Crêr sem enfraquecer, muito menos.
Porém, a fé não é o firme fundamento das coisas que não existem, e a prova daquilo que não se vê?
Então eu vou lutar.
Vou prosseguir em minha jornada perseverando e acreditando que eu posso, pois se Ele está em mim, quem pode me impedir?

Meire Raposo – 02/06/08 – 09:55 hs

Romanos,8:28

“...Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus...”


Difícil acreditar nisso, não é?
Ainda mais quando se é traído por um amigo, decepcionado pelo marido ou apunhalado pelas circunstâncias da vida.
O comum é pensarmos que, pelo menos vinte e cinco por cento do que nos acontece, foi para o nosso bem, no máximo cinqüenta, mas tudo?
Cem por cento?
Parece até brincadeira.
Não dá pra aceitar que uma traição opera ao nosso favor.
Como pode isso?
Bom, quem sabe foi esta a única forma que Deus teve para lhe mostrar a Sua onisciência e, de lembrar-lhe de alguma Palavra do passado?!
Infelizmente, temos o mau hábito de achar que sabemos o que fazer em qualquer situação, e por isso, acabamos sofrendo algumas conseqüências, só para nos lembrarmos que não somos nada e que dependemos exclusivamente de Deus. Para tudo.
Se Ele está permitindo que passemos por alguma dificuldade, é porque de fato, quer ensinar-nos algo com isso.
Tudo tem um propósito.
Ele não permite que soframos a toa.
É na luta que aprendemos a confiar mais Nele e a aceitar a Sua suprema vontade.





Meire Raposo – 10/06/08 – 15:03 hs

Salmo,103:2

“Bendiga o Senhor a minha alma! Não esqueça de nenhuma de suas bênçãos.”

Tem dia que a gente acorda meio desanimado, parece que o novo dia não terá nenhuma surpresa, nenhuma novidade, nenhum motivo pra se levantar da cama e dizer: “Hoje vai ser diferente.”
A gente já acorda pensando nos problemas que parecem não ter fim, olhando ao nosso redor e enxergando todas as circunstâncias contrárias que nos abatem , falando e murmurando além da conta.
Dificilmente acordamos e dobramos os nossos joelhos para apresentar a Deus o nosso dia.
É mais fácil já reclamarmos que nos submetermos a esta tão “difícil tarefa”.
Como seria acordar, e já pela manhã, ajoelharmos para agradecer a noite tranqüila que tivemos e, para pedirmos ao Pai um dia de vitórias e direção?
Como seria entregar toda inquietação da nossa alma a Ele e suplicarmos a Sua misericórdia e vontade para aquele momento?
E ainda: Como seria aceitar os conselhos do Pai durante todo o dia e, no final dele, poder respirar aliviado por tudo ter dado certo?
Acho que ainda dá tempo de fazer isso.
Vou experimentar.





Meire Raposo – 03/06/08 – 10:41 hs

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar este blog