quinta-feira, 29 de junho de 2017

Lição 04 - Profetas Menores: Obadias

Autor: Obadias
Data: 845 a.C.
Escreveu para: Edom (edomitas)
Contemporâneos: Elias e Eliseu

“O povo de Deus, vitorioso, subirá o monte Sião e dali governará o povo de Edom. E o Senhor será o Rei”. (Obadias, 21)

Introdução:
Obadias é um livro peculiar. Ele é o menor livro do Antigo Testamento, e seu profeta não deixa pista nenhuma de sua identidade. Seu nome significa “servo de Deus”, nome muito comum em sua época, o que provavelmente, confunde muitos pastores em sua interpretação quanto a datação de seu livro.

1 – Quem foi Obadias?
Existe uma coletânea de livros sagrados dos judeus chamado Talmude, neste livro consta que Obadias foi um mordomo chefe (ou administrador, governador) encarregado do palácio do rei Acabe e Jezabel (1Rs 18:3-16). Desde jovem, Obadias era temente a Deus. Seu compromisso com o Senhor ficou evidente quando, durante a perseguição promovida por Jezabel aos profetas, ele escondeu cem profetas em duas cavernas.
Durante uma seca, ele foi enviado por Acabe para procurar pastagens para os cavalos e mulas reais, e acabou se encontrando com o Profeta Elias. Depois desse encontro, Obadias conseguiu arranjar um encontro entre Acabe e Elias no monte Carmelo, no episódio que ficou conhecido pela morte dos profetas de Baal.
Apesar desta afirmativa dividir opiniões entre os teólogos cristãos, prefiro aceitá-la por constar nos escritos judaicos, na bíblia escrita em ordem cronológica e porque, entre os escritos do profeta, havia  um selo do rei Acabe, enquanto a outra versão consta em um livro apócrifo chamado 1 Esdras. (Datada em 586 a.C. quando Nabucodonozor invade Judá)

2 – Quem eram os edomitas?
Edom era o povo descendente de Esaú, irmão de Jacó, patriarca de Israel. A rixa entre os irmãos começa na venda da primogenitura de Esaú (Gn, 25:27-34), à maneira que Rebeca engana seu marido Jacó a fim de entregar as bênçãos ao seu filho Jacó (Gn, 27). Mesmo que os irmãos tenham se encontrado e feito as pazes (Gn, 33), as nações se tornaram inimigas.
·         Edom impede a passagem de Israel para a terra prometida (Nm, 20:14-21)
·         Davi conquista Edom (2 Sm, 8:13-14)
·         Edom ataca Judá várias vezes (2 Cr, 21: 8-10; 28:17; Ez, 25:12)
·         Amazias ataca Edom e  mata 20 mil homens (2 Cr, 25: 11-12)
Antes do nascimento de Esaú e Jacó, Deus já havia anunciado que Esaú serviria a Jacó (Gn, 25:33). Entretanto, na revelação de Deus por meio da bênção de Isaque, já se considerava a rebeldia da nação que se originava com Esaú. Essa parte da bênção de Isaque é mais bem traduzida pela NVI: “Mas quando você não suportar mais, arrancará do pescoço o jugo”. (Gn, 27:40)
A descendência de Esaú nuca saiu da  mercê da soberania de Deus. Resultado disso é o julgamento de Edom no dia do Senhor e o estabelecimento do reino de Deus também sobre Edom (Ob, 15-21).

3 – Obadias e o Novo Testamento:
A principal relação entre o livro do profeta Obadias e o Novo Testamento está na permanente relação conflituosa entre Edom e Israel. O historiador judeu Flávio Josefo aponta Herodes como um idumeu, descendente de Edom. Comentaristas bíblicos destacam  que o fato dele querer matar Jesus ainda bebê (Mt, 2:16) marca a oposição do edomita ao Messias, que encarnava tudo o que significava Israel.
Além disso o apóstolo Paulo usa o caso de Esaú e Jacó para mostrar que a eleição de Deus não depende de descendência, mas da graça do Senhor (Rm, 9:6-13).

4 – Conclusão:
Obadias nos mostra que, assim como Edom, mesmo que rejeitemos a vontade de Deus, ainda estamos submissos à Sua soberania. Ser indiferente para como sofrimento dos outros, assim como Edom foi com o de Israel, também é rejeitar a vontade de Deus, que nos chama para viver em amor. Por mais que víamos para nós, no fim, teremos de responder a deus sobre o que fizemos com a vida dada por Ele.

Curiosidades:
1 - Cumprimento

Outros profetas como: Isaias, Jeremias e Ezequiel, profetizaram contra Edom. Em 582 a.C, quatro anos após a destruição de Jerusalém, o povo edomita foi quase que totalmente exterminado pelos babilônios. Os edomitas que restaram foram obrigados a viver no sul de Judá. Eles desapareceram durante as guerras judaico-romanas. Em 70 d.C, já não se tinha notícias dos filhos de Edom. 

2 – As nações atuais:
·         Amonitas e edomitas: Centro, sul e norte da Jordânia (Amonitas descendentes de Ló caso incestuoso com filha caçula)
·         Hagarenos : O Líbano (descendentes de Agar, mãe de Ismael. Provavelmente outros filhos que teve após ter sido expulsa por Abraão e Sara)
·         Ismaelitas: Os Árabes (descendentes diretos de Ismael, filho bastardo de Abraão com Agar)
·         Moabitas: O Iraque (também descentes de Ló, relação incestuosa com sua filha primogênita).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar este blog