terça-feira, 25 de outubro de 2011

"Está tudo bem..." ( 2 Reis, 4:26c)

No meio cristão há de tudo...
Pessoas que só murmuram, reclamam da vida e blasfemam de Deus.
Outras que só contam vitórias pois acreditam que assim demonstram santidade.
Outras ainda que estão no meio termo, tentando encontrar a maneira certa de agir em cada situação.
E ainda há aqueles que pregam que derrota e problemas é só pra quem vive em pecado...
São tantos conceitos errados dentro da igreja, tantos dogmas humanos e heresias pregadas, que muitos se confundem entre a espiritualidade e a carnalidade em parecer santo.
O texto referido acima, se trata de uma passagem bíblica referente a este assunto.
Eliseu era um profeta muito conhecido em Israel, que visitava o povoado vizinho a fim de fazer a obra de Deus.
Certo dia, passando por Suném, conheceu uma mulher muito rica que vivia com seu marido naquele lugar, que hospedou Eliseu e seu servo com tanto carinho, que ele se sentiu no dever de lhes abençoar com algo.
Percebendo que não tinha filhos, profetizou sobre a madre daquela mulher já com seus dias avançados e ela frutificou.
Anos se passaram, e certo dia aquela criança faleceu.
Sabendo que o profeta estava por perto, tomou servos e jumentos e foi atrás daquele homem que havia lhe profetizado o filho, para reivindicar  a sua vida.
Ao longe, Eliseu reconhecendo a sunamita, envia a seu encontro Geazi a fim de saber o que havia acontecido. No entanto, ao perguntá-la, sua resposta foi: "Está tudo bem." Somente ao profeta reclamou do acontecido e asperamente interpelou sobre sua situação.
Tiro uma lição preciosa deste exemplo.
Às vezes passamos por situações das quais não entendemos e saímos reclamando, murmurando e contando pra todos que nos rodeiam o que está acontecendo conosco.
No entanto, esquecemos de ir direto naquele que pode nos abençoar. Ao único capaz de nos ouvir e responder adequadamente.
Encontramos os "Geazis" da vida e questionamos nossas lutas como se eles fossem capaz de fazer alguma coisa por nós, e nos esquecemos do Deus da vitória.
Aquela sunamita nos ensina a ir na pessoa certa e somente reclamar de nossos problemas com quem pode resolver.
Ela nos mostra o que é a verdadeira confiança e a maneira certa de proceder diante dos ímpios:
"Está tudo bem."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar este blog