sábado, 15 de outubro de 2011

A Bondade de Deus

Deus é bom em muitos aspectos.
Ele me dá o sol todos os dias, o oxigênio, fez uma linda natureza e é capaz de me surpreender de vez em quando.
Este é o pensamento de milhares, quem sabe, milhões de pessoas.
A bondade de Deus é medida pelas coisas boas que Ele pode proporcionar. Mas, basta uma situação adversa aparecer, que seu conceito muda com total veracidade.
Temos o costume de culpá-Lo por tudo o que nos acontece, principalmente as coisas ruins.
Pessoas passam a vida fumando, e quando descobrem um câncer no pulmão, logo questionam Deus.
Outras  negligenciam a gravidez e continuam na prática das drogas. Mas acusam Deus do problema cardíaco de seu bebê.
Maridos passam a vida maltratando a esposa, e se perturbam com a “vontade de Deus” quando a esposa se vai.
Temos a tendência de culpar alguém pelos nossos erros, e a maior vítima é Deus.
Quem nunca se pegou perguntando por que Deus permite tantos desastres ecológicos?!
Mas ninguém se assume naquilo que faz com a natureza.
A bondade de Deus não se pode medir em atos ou circunstâncias, mas no Seu caráter.
Ele sabia de tudo o que faríamos contra Ele, mesmo antes de nos criar. No entanto, escolheu nos criar e nos amar incondicionalmente.
O que Ele faz por nós em Sua bondade não se pode medir, e muitas vezes nem percebemos.
É impossível limitá-Lo à coisas que nós queremos nesta terra.
Sua bondade vai além desta vida.
Aliás, ela se concretiza lá.
Imagine Seu olhar caridoso o aguardando reconhecer isso...
Ele quer que você enxergue o Seu amor ainda que na adversidade.
Ele é Deus acima de tudo, e Sua bondade é inquestionável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar este blog