sábado, 19 de novembro de 2016

Romanos, 8:38-39

Por melhor pai que você seja, mais protetor, provedor e cuidadoso, jamais se comparará a proteção, a provisão diária e o cuidado sobrenatural, que o nosso Pai Celestial nos dá.

Nenhum amor, carinho ou perdão de mãe se compara ao imensurável amor que O Pai sente por nós. 
O sentimento que tem por cada filho de forma única e especial, até mesmo com aqueles mais rebeldes, possui um carinho especial. 
Seu perdão jamais se comparará ao nosso. Nenhum de nós como filhos, conseguirá deixá-Lo zangado o suficiente para negar o Seu perdão ou limitar a Sua benevolência.
Não existe absolutamente nada que possa diminuir o amor de Deus para com a humanidade.
Ele é soberanamente maior que os nossos erros, imensuravelmente misericordioso, insuperavelmente cuidadoso e incondicionalmente amoroso.

"E isso me torna  convencida de que nada - vivo ou morto, angelical ou demoníaco, no presente ou no futuro, pensável ou impensável, em todo o universo - absolutamente nada pode se intrometer entre nós e o amor de Deus, que é nosso por meio de cristo o nosso Senhor". 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar este blog