sexta-feira, 20 de julho de 2012

Com o Tempo, tudo vem à tona...

Sabe, só com o tempo é que entendemos o não de Deus.
Às vezes é tão difícil aceitar, tão ruim ouvir e tão sofrido, que preferimos murmurar, ficar emburrado, a aceitar que Ele conhece o melhor para cada um de nós.
Fico imaginando como Deus nos vê nestes momentos...
Como fica o Seu coração apertado em ter que nos contrariar, sabendo que é o melhor a fazer.
Tenho certeza que também é difícil para Ele, pois como Pai, não gosta de vê os Seus filhos sofrer.
No entanto, como um Deus Onisciente, delibera a Sua graça, impondo a Sua vontade a favor de nós, ainda que não aceitemos como boa.
Mas com o passar do tempo, e com o desenrolar das situações, nossos olhos são abertos e podemos enxergar o livramento de Deus e Seu grandioso amor em nos privar de maiores sofrimentos.
Sempre tive convicção do livre arbítrio, mas ouvi algo e analisando comecei a concordar: "Deus nos dá o livre arbítrio até certo ponto."
É verdade...
A árvore da vida também estava no jardim do Éden, mas com o pecado de Adão, Deus o privou de comê-lo para o seu bem.
Assim Ele faz conosco. Até certo ponto, permite-nos decidir, escolher, errar. Mas como Pai, que também tem a Sua autoridade, nos priva de atos piores, e logo Se posiciona a fim de nos guardar de um mal pior.
Sei e sou convicta que Ele me ama, e que tudo o que faz e deixa de fazer, é por cuidado e por Sua graça incondicional.
Obrigada Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar este blog