sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

A verdadeira Santidade...

Fico admirada com algumas pessoas...
Tem gente que acha que pra servir a Deus, precisa se afastar das pessoas, deixar o convívio social, enclausurar-se numa redoma de vidro, morrer pra este mundo literalmente, fazendo a convivências das pessoas ao seu redor com ele insuportável.
Ficam a dizer que pedem orientação a Deus pra tudo, e quase sempre esse "Deus" nada permite, tudo exorta, sempre impede e tá sempre de mal humor...
Misericórdia!!
Que Deus é esse?
Realmente eu não o conheço, e na verdade, nem estou interessada em conhecer.
O Deus a quem sirvo, é um Deus totalmente sensível, que sorri para os filhos que ama, que se entristece com as lágrimas que caem dos seus olhos, que se comove com suas dores e logo lhes dá o refrigério, que sente saudade quando não ligamos pra Ele, que faz de tudo pra chamar a sua atenção quando estão distraídos com o mundo, mas que acima de tudo, sente prazer numa boa amizade e cuida que ela cresça com saúde e maturidade.
Jesus Cristo é o nosso maior exemplo de Deus, o Pai.
Cristo andava com todos, sem acepção.
Frequentava festas de todos os tipos, religiosas ou não.
Tinha sempre tempo pra ouvir uma história, ainda que fosse de uma adúltera, e ainda permitia que prostitutas lavassem os seus pés.
Certa vez dormiu na casa de um ladrão, e se fez amigo dele, mas nunca sentou-se pra fazer refeição alguma com os religiosos da época, os farizeus.
Será por quê?
Com certeza porque Jesus queria nos mostrar o verdadeiro sentido da santidade.
Santidade que produz empatia, que provoca mudança e que atrai seguidores.
Santidade que inspira liberdade, que acumula alegrias e que não pesa sobre os ombros.
Santidade que nos torna humanizados, enxergando o pecado em nossa vida e não nas dos outros.
Santidade que produz regeneração sem vaidade, crescimento sem soberba e maturidade sem ostentação.
Quer experimentar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar este blog