sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Uma reflexão a respeito de 1 Corintios, 13:

Há um tempo atrás, ouvi uma ministração do Pr Ed René Kivitz a respeito deste texto como eu nunca tinha ouvido antes.
Mediante a algumas situações em minha vida, fiquei analisando como podemos nos deteriorar, e como podemos ser transformados pela dor.
Interessante perceber que nada nos modifica sem a nossa permissão, no entanto, há algumas modificações ocasionadas inconscientemente, e que pode repercutir de forma traumática em nossa vida futura.
Por que estou falando isso?
Nós mulheres, nascemos sonhando com um príncipe encantado, aprendemos ser românticas e somos formadas interiormente para acreditar em sonhos.
Mas aí, crescemos, e descobrimos que todo príncipe tem o seu dia de sapo.
E à medida que o tempo passa, esse sapo pode ser ocasional ou permanente, e que isso pode influenciar na maneira que enxergamos o mundo, os sentimentos, mais que isso, pode embaçar a visão romântica levando a cegueira total.
O que mais me importunou nesta análise, é saber que eu não sou vítima, mas sou cúmplice do resultado atual.
Se minha visão mudou, permiti deliberadamente que isto acontecesse.
Ninguém pode me conduzir a um lugar que meus pés não queiram ir.
Da mesma forma que posso aceitar ou não circunstâncias em minha vida apenas me posicionando.
No entanto, ainda creio no amor de 1 Coríntios 13.
Não como um conto de fadas, mas como um alvo proposto a dois e conquistado individualmente dia após dia.
No diálogo há acordo. No acordo, um propósito e, no propósito um objetivo comum.
Viva o amor, o mais sublime amor...

2 comentários:

  1. é a verdade ´q que quando aparece pessoas em nossas vidas realmente parece um principe,,,temos que realmente guardar o nosso coração pq ta complicado achar uma pessoa que tem um coração quebrantado na presensa do Senhor......nossaaaaa e como tatatatta bjs amiga vc sempre escreve palavras verdadeiras isso torna o seu blog originallll

    ResponderExcluir
  2. Nada é mais importante do que a propria essecia de 1Corintios onde fala que deixamos o nosso tempo a mercer..e deixamos esse tempo de criança de alegria...agora somos movidos pelas emoções....Acredite sempre nesse Amor.
    .....MARIO CORTEZ.......

    ResponderExcluir

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar este blog