sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Escolha ser Curado.

Todos nós, pelo menos uma vez na vida, passaremos por lugares de sofrimento, de medo, de confronto, de dúvidas e agonia. Mas com certeza um dia voltaremos ao mesmo lugar para ser restaurado, a fim de conhecermos a alegria, a coragem, a firmeza, as respostas e o alívio.

Aprendi com os terapeutas, que para nos livrar de uma dor, é preciso falar dela;
Com os psicólogos, que um medo só se perde se confrontado por ele até vencê-lo;
Com os médicos, que a picada de uma cobra só se cura com o próprio veneno;
E com a Palavra de Deus, que o lugar da cura é exatamente aquele em que fomos feridos.

Passamos a vida fugindo de pessoas, de situações, de lugares e ambientes que  nos causaram algum tipo de ferida.
Não gostamos de ser confrontados.
Ficamos arredios quando o assunto é mencionado.
O rosto ruboriza, os dentes se trancam, o coração dispara, os nervos afloram. É quase automático. A reação externa entrega o que internamente sentimos, e com o tempo, essa reação pode causar muito mais que uma simples insatisfação, mas em úlcera, enxaqueca, doenças auto imunes ou  numa série de complicações no corpo.

Poderíamos pegar diversas histórias bíblicas a fim de mostrar como Deus usa a própria dor para curar uma ferida na alma, mas gostaria de escolher apenas esta história: A história de José.

Ele nasceu de uma mulher estéril, Raquel, a quem seu pai mais amava.
Cresceu no meio de 12 irmãos sendo o predileto e ainda para complicar, tinha sonhos proféticos.
Invejado pelos irmãos, foi vendido como escravo, dado por morto ao pai e passou 21 anos em um país onde nada tinha além de Deus.
Foi humilhado, maltratado, encarcerado. Até que Deus o usou como interprete de dois sonhos, logo cumpridos, e faraó o manda chamar.
Deus o exalta como governador daquele povo, faze-o próspero, respeitado, famoso, até que um dia a fome vem e seus irmãos aparecem para lhe pedir ajuda.
Depois de anos a dor está a frente de José. A ferida se abre. E Deus está bem ali, olhando... é agora!
Ou José dá as costas e continua machucado, ou vai em frente e faz o que é preciso para que a ferida se cure.
Você sabe o que ele fez. Conhece o resultado.

E você?! O que anda fazendo?!
Está dando as costas para os confrontos?
Tem, evitado falar disso?
Não quer tomar o remédio porque é o veneno do animal que te picou?

Deixe Deus o levar até lá. Ele sabe que vai doer.
Ele sabe como será difícil, mas Ele estará com você.
Escolha ir em frente, não desista.
Seja completamente curado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar este blog