terça-feira, 8 de abril de 2008

"...ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte..."

É tão difícil entender o porquê de passarmos por momentos de solidão, vazio e deserto espiritual.
Geralmente, quando estamos num deserto, estamos desprovidos de água, alimento e também de vestimentas.
No deserto, vive-se do que tem, e não se tem muito.
Mas o tremendo dessa história, é que quando estamos atravessando um deserto espiritual, não estamos sozinhos...temos Deus ao nosso lado. Não padecemos de fome, pois Ele mesmo envia o maná dos céus para nos alimentar todos os dias, não ficamos com sede, pois até da pedra Ele faz brotar água pura e fresca.
O deserto é lugar de milagres.
É onde vemos o impossível acontecer.
Onde desfrutamos dos cuidados do Pai intensamente.
Onde somos capacitados, experimentados, ensinados, lapidados,...
É lá que aprendemos a confiar mais em Deus.
E pode ter certeza de uma coisa: Depois que passamos por um deserto, nunca mais somos os mesmos, pois os cuidados do Pai e os milagres presenciados, tornan-nos outra pessoa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar este blog