terça-feira, 23 de setembro de 2008

"...pois só Tu conheces o coração dos homens." (1 Reis, 8:39)

Vamos fazer uma analogia entre uma casa e o nosso coração.
- Quando recebemos alguém em nossa casa, em que lugar o recepcionamos?
- Geralmente na sala. Por quê?
- Bom, a sala é o lugar mais aberto da casa, nela atendemos o visinho, o colega de trabalho, alguns conhecidos e amigos. Ainda tem gente que atende na varanda, pois gosta de privacidade total.
Agora, e a cozinha? Quem você costuma levar pra comer em sua mesa?
- Ah!!! Geralmente são os amigos mais chegados, os parentes ou numa ocasião muito especial em que eu precise consertar o encanamneto ou trocar a botija de gás.
Banheiro? Ah, eu só deixo entrar o pessoal de casa mesmo, ou alguém bem íntimo a mim, pelo contrário, é totalmente reservado. Meu quarto? Que isso? É o lugar mais meu que existe na casa. Lá eu deixo minhas revistas e livros prediletos, meus perfumes, meus segredos, minha vida. Na verdade, não gosto muito que entrem em meu quarto, pois toda minha intimidade fica guardada lá.
- Bom, e se eu disser que o nosso coração tem cômodos iguais a de uma casa?!
Em que parte dela você permitiria que Jesus entrasse? Será que você o receberia na varanda mesmo, porque tem pressa ou porque não tá a fim de intimidade?!
- Não, que isso? eu o receberia em minha sala, e até ofereceria um cafezinho.
- Mas se eu lhe dissesse que o desejo Dele é sentar em sua mesa, ceiar com você, lavar os pés em seu banheiro e deitar em sua cama?
- Ah!!! Parece-me meio abusado. Afinal, tenho meus recatos.
- Bom, então meu amigo, preciso lhe dizer algo. Jesus não só quer ter toda essa liberdade, como também deseja limpar a sua casa, mudar os móveis de lugar, restaurar o que está quebrado e ainda jogar no lixo toda tranqueira que você guarda.
Você aceita? Garanto-lhe uma coisa, sua casa nunca mais será a mesma e sua vida também não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

Pesquisar este blog