sexta-feira, 26 de julho de 2013

Certo dia, perguntaram-me por que eu havia me sentado de frente e não ao seu lado?!
Pareceu-lhe desdém, indiferença, atitude estranha ao momento.
Acho que não dei resposta, pois pareceu-me tão óbvia a posição...
Sempre me foi mais intimista o olhar nos olhos, falar de frente e encarar abertamente alguém durante um diálogo. Afinal, nem todos que andam ao nosso lado, enxerga a nossa alma pelo olhar ou consegue vê em nosso rosto, o reflexo de cada palavra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar este blog