sábado, 4 de dezembro de 2010

Tempo é Dinheiro...

Quem nunca ouviu esta frase?!
Tempo é uma coisa estranha...
Quando se está ansioso por algo, ele demora passar.
Quando se está muito atarefado, ele voa, fazendo suas atividades acumularem e lhe deixando ainda mais exacerbado.
Quando pensamos no futuro, parece distante.
Quando relembramos o passado, parece recente.
Ainda criança, imaginamos uma possibilidade remota, um alvo quase inatingível o futuro distante.
Depois de adultos, um caminho percorrido sem volta, recordações recentes porém longínquas, capaz de nos mostrar o quanto se passou sem percebermos.
Na verdade, a estimativa de vida de 73 anos hoje, só nos revela o quão pouco tempo temos pra sermos felizes nesta única vida.
Tempo não se compra, não se adia e nem se acumula.
Ele é único, exclusivo e individual.
Com ele podemos fazer planos, mas sem ele, não podemos realizá-los.
Por causa dele, esquecemos prioridades da vida irrecuperáveis.
Em busca dele negociamos momentos inegociáveis, perdemos horas infindáveis achando que na frente será recuperado.
Que engano !!!
Um olhar perdido, um sorriso não correspondido, um convite rejeitado, um conselho não ouvido, um amor abandonado, uma festa esquecida, uma lembrança inquestionável...
Se tempo realmente é dinheiro, não perca, não gaste a toa e nem aplique em transações sem retorno.
Deposite nas pessoas certas, gerencie-os nos melhores momentos e invista na sua felicidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

Pesquisar este blog