segunda-feira, 23 de agosto de 2010

" Fui crucificado com Cristo..."

Você já deve ter lido, ouvido ou até mesmo citado esta fala do apóstolo Paulo.
Mas será que você se encontra na mesma posição?!
É muito bom sabermos de nossos direitos como filhos de Deus, ter acesso às heranças em Cristo e poder gritar pro mundo a quantidade de privilégios que o Pai nos garante Nele.
Mas será que pra isso você tem cumprido o seu único dever?!
Tem exercido a única tarefa que Jesus lhe deixou?!
"Aquele que quiser vim após mim, pegue a sua cruz, negue a si mesmo e siga-me."
Precisamos ter consciência desta postura, não só isso, precisamos assumi-la.
Estar crucificado, implica em morte.
Jesus nos convida a morrer para este mundo, para só assim tomarmos posse do mundo espiritual e tudo o que ele nos oferece.
Como?
Manietando nossa carne, sujeitando a nossa vontade à de Deus, e deixando Cristo reinar em nossa vida.
Você já viu um defunto no cemitério falar mau de alguém?
Se orgulhar de seu sepulcro?
Julgar o próximo do lado ou brigar com quem passa por cima?
Pois então...
Morto não murmura, não reinvindica, não se acha, morto não se pronucia.
Pelo contrário, sempre tem alguém a seu favor.
Alguém que responda por ele, que não deixe sua honra acabar, seu nome ser esquecido e seu caráter maculado.
Estar crucificado com Cristo é exatamente isso.
Não se pronunciar diante de um problema, antes, se manter na cruz e deixar Cristo agir em seu lugar.
Quando alguém lhe ferir, afrontar ou intimidar, não desça da cruz, permaneça firme, Jesus agirá em seu favor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

Pesquisar este blog