terça-feira, 31 de agosto de 2010

Jejum de Daniel:

"Naquela ocasião, fiquei de luto por 3 semanas. Durante este período, não comi nenhuma comida saborosa, nem carne e nem bebi vinho, e me abstive de toda vaidade." (Daniel, 10:2 e 3)

Há 6 anos atrás conheci este jejum e me propus a fazê-lo.
Quando foi agora, na semana passada, o Espírito Santo me lembrou deste propósito e me incentivou a refazê-lo.
Interessante como Deus age.
Naquele mesmo dia recebi a confirmação ao abrir meu orkut e ler este versículo postado por uma amiga:
"E Daniel decidiu não se contaminar com as iguarias do rei e não comer carne e nem bebida forte." (Dn, 1:8)
Poucos dias depois, tive o conhecimento de que várias mulheres da igreja estavam no mesmo propósito, e fiquei admirada de como Deus havia levantado 7 mulheres com o mesmo intuito.
Realmente vejo que o Pai quer nos revelar algo com isso, e nos juntamos para interceder umas pelas outras a fim de que o Pai nos fortaleça e nos abençoe.

A você que não conhece este jejum, mas que precisa de um agir imediato de Deus em sua vida, resolvi postar a forma que é feito e qual é o propósito deste jejum.

Daniel era um judeu ainda adolescente quando foi raptado por soldados em uma guerra e levado para a babilônia como escravo.
No entanto, se tornou conhecido por suas visões, interpretações e livramentos de morte, concedidos por Deus a sua vida.
Lá no palácio, o rei Nabucodonosor escolheu alguns rapazes de boa aparência e entre eles estava Daniel, e mandou que lhes dessem de comer tudo quanto havia na sua mesa, a fim de prepará-los para futuros planos.
No entanto, Daniel decidiu não comer de nada que o rei comia e se alimentar apenas de verduras, frutas e legumes.
Esta decisão, na hora confrontada, tornou-se uma ordem aos demais, depois que o rei viu a diferença física e mental proporcionada a Daniel e a seus três companheiros de Israel, em se alimentar daquela forma.

O que comer?
- verduras, frutas e legumes à vontade.
- sucos naturais, água, chás e derivados de soja.
- não comer nada que contiver leite e ovos na sua composição.
- pode comer: pão francês, margarina, alguns dos biscoitos da marca aymoré não possuem leite e ovos, clube social, carne de soja...

Minha mãe hoje fez uma receita exclusiva pra mim, já que amo comer bolos e não posso.
Espero que gostem assim como eu gostei.

BROINHA DE LARANJA:

Misture tudo numa vasilha:
bagaço de 2 cenouras batidas com água no liquidificador e coadas (não usar a água, aproveite para fazer um suco com laranja)
1/2 xícara (chá) de açúcar
1/2 xícara (chá) de caldo de laranja
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de margarina, bem cheia
1 pitada de sal
1 colher (sobremesa) de fermento em pó.

Unte uma assadeira com margarina e farinha de trigo e com uma colher, arrume as broinhas e leve para assar. Bom apetite!!!

Bom, é isso...
Qualquer dúvida, poste que a responderei.
E que Deus nos abençoe.

Leitura Bíblica durante o Jejum de Daniel:

1o. dia – Ore com Romanos 4, 18-21 e confie no Deus que é fiel e poderoso.
2º. dia – Ore com Romanos 5, 3-5 e renove sua esperança nas tribulações.
3º. dia – Ore com Romanos 8, 15 e clame com o Espírito Santo ao seu Pai eterno.
4º. dia – Ore com Romanos 8, 28 e declare que todas as coisas concorrerão para seu bem, para a glória de Deus.
5º. dia – Ore com Romanos 8, 31-38 e celebre sua vitória em Cristo sobre todo o mal.
6º. dia – Ore com Romanos 10, 9-13, proclame o senhorio de Jesus e receba salvação.
7º. dia- Ore com Romanos 12, 1-2 e peça ao Senhor a renovação do seu espírito e da sua mente.
8º. dia – Ore com 1Coríntios 1, 7-9 e louve o Deus fiel que o guarda seguro até o fim.
9º. dia – Ore com 1Coríntios 3, 16 e adore o Espírito Santo que mora em você!
10º. dia – Ore com 1Coríntios 6, 19-20 e agradeça ao Senhor por tê-lo comprado pelo sangue de Jesus.
11º. dia – Ore com 1Coríntios 13, 4-7 e peça que o Senhor encha o seu coração de amor.
12º. dia – Ore com 2Coríntios 4, 16-18 e glorifique a Deus porque suas tribulações são passageiras.
13º. dia – Ore com 2Coríntios 6, 1-2 e faça do dia de hoje o tempo de Deus em sua vida.
14º. dia – Ore com 2Coríntios 10, 3-5 e trave um combate espiritual com a armadura de Deus.
15º. dia – Ore com Gálatas 2, 19-20 e experimente a vida de Cristo pulsando em você.
16º. dia – Ore com Gálatas 4, 6-7 e louve a Deus, de quem você é filho e herdeiro.
17º. dia – Ore com Efésios 1, 3-14 e adore o Senhor por suas maravilhas em nosso favor.
18º. dia – Ore com Efésios 2, 8-10 e agradeça pela salvação recebida por uma vida santa.
19º. dia – Ore com Efésios 2, 13-18 e derrube os muros de inimizade em sua vida.
20º. dia – Ore com Efésios 3, 20-21 e louve o Pai que faz muito mais do que pedimos.
21º. dia – Ore com Efésios 4, 31-32 e comece uma vida nova de perdão e de paz.

As 21 Bênçãos recebidas através do Jejum de Daniel:

1 – saúde, beleza e boa aparência (Dn, 1:15)
2 – robusto, forte, vigoroso, resistente, firme e influente (Dn, 1:15)
3 – 10 vezes mais sabedoria (Dn, 1:17)
4 – 10 vezes mais conhecimento humano ( Dn, 1:20)
5 – alcança as bênçãos de 3 anos em 21 dias (Dn, 1:5 e 19)
6 – inicio de um novo ministério ( Dn, 1:19)
7 – dom de interpretação de sonhos (Dn, 2:6)
8 – realização de um milagre em sua vida (Dn, 3:25)
9 – seus inimigos serão envergonhados (Dn, 4:25)
10 – o senhor revelará seus mistérios e segredos a você ( Dn, 7)
11 – seu testemunho será realçado (Dn, 5:11)
12 - receberá direção do pai ( Dn, 7)
13 – capacitação spiritual (Dn, 6:3)
14 – livramento de morte (Dn, 6)
15 – se tornará um intercessor (Dn, 6:10)
16 – receberá estratégias e direção espiritual ( Dn, 10)
17 – resposta de antigas orações (Dn, 10:12)
18 - consciência do amor do pai em sua vida de forma extraordinária (Dn, 10:11)
19 – desenvolverá a humildade (Dn, 10:15)
20 – restituição de forças e provisão espiritual ( Dn, 10:18 e 19)
21 - proteção em todas as áreas da sua vida (Dn, 10:21)

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Você acredita em Milagres?


O povo de Israel cresceu ouvindo e vendo os milagres operados pelo Senhor, no entanto, ao sairem do Egito, a incredulidade os acompanhou de tal forma que passaram a murmurar e a blasfemar contra o seu Deus.
Mesmo vendo o mar se abrir diante deles, terem passado a pés secos para a outra margem, terem visto aquele mesmo mar engolir seus inimigos, sido alimentados com maná, bebido água da rocha, terem suas roupas conservadas por 40 anos, recebido carne quando pediram, sido protegidos do calor e do frio, inda assim desejaram voltar para o cativeiro. Os milagres vividos e vistos, não foram suficientes para que eles se mantivessem fiéis a Deus.
Muitas vezes especulamos uma vida melhor mediante a um milagre esperado.
Dizemos:
"Quando isso acontecer... Quando Deus me responder... Quando a vitória chegar..."
No entanto, enganamos a nós mesmos achando que a nossa fé se baseia em fatos vistos.
Saiba você que nenhuma ação de Deus em tua vida poderá mudar o seu interior.
Na verdade, Deus não muda ninguém.
A mudança de atitudes e pensamentos deve partir de nós.
Tanto é que o fruto do espírito é: amor, alegria, paz, paciência, delicadeza, bondade, fidelidade, humildade e o domínio próprio. Coisas referentes ao caráter humano, que só nós mesmos podemos desenvolver, sem nenhuma participação de Deus.
É bem verdade, que pra frutificarmos, é preciso conhecer e nos entregar a ação do espírito de Deus para que Ele  venha nos restaurar o entendimento a ponto de reconhecermos nossas más atitudes querendo mudá-las.
Em suma, o milagre existe. Porém, não nos muda interiormente e nem mudará as circunstâncias da nossa vida.
Não se apegue a esta desculpa pra se defender contra críticas ou cobranças que lhe sobrevém.
Analise sua vida e pense assim:
Quanto tempo eu sobrevivi sem este milagre?
Se consegui até agora, foi porque ele não foi essencial para a minha vida.
Como foi dito a Paulo, poderemos ouvir:
"A Minha graça lhe basta."

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Oração...

Senhor, eu estou aqui para Lhe pedir perdão...
Perdão por colocá-Lo numa forma, limitá-Lo em minha humana visão, achar que Seu agir é previsível, dar tamanho ao Seu poder, questionar o Seu tempo, a Sua maneira de agir e ainda me julgar merecedora de bênçãos que o Senhor me deu pela graça.
Perdão por querer entendê-Lo, explicá-Lo e muitas vezes justificá-Lo, quando nem mesmo eu consigo fazer isso de mim mesma.
Perdão por barganhar meus deveres como filha achando assim que o Senhor me daria em troca o que já me garantiu por direito.
Perdão por me colocar a Sua frente e tentar da minha maneira conquistar aquilo que só o Senhor pode me dar.
Perdão por ser uma filha tão pirracenta, manhosa, que a todo instante O olha emburrada como se o Senhor fosse um mau Pai.
Perdão por muitas vezes não agradecê-Lo e ainda questionar a forma que o meu presente veio embrulhado.
Perdão por me achegar a Sua presença muitas vezes para pedir e quase nunca para louvá-Lo.
Perdão por me envaidecer da Sua misericórdia em minha vida, e me julgar melhor que meu irmão.
Perdão por não obedecê-Lo sempre.
Perdão por desejar mais a minha vontade que a Sua pra minha vida.
Perdão por muitas vezes passar dias sem ir a Sua presença.
Perdão por querer sempre mais, quando o que tenho já é mais que o bastante.
Perdão por entristecê-Lo com minhas ansiedades que insisto manter comigo.
Perdão por está mais uma vez pedindo clemência e não fazer nada para mudar.
Perdão... perdão...perdão...

" Fui crucificado com Cristo..."

Você já deve ter lido, ouvido ou até mesmo citado esta fala do apóstolo Paulo.
Mas será que você se encontra na mesma posição?!
É muito bom sabermos de nossos direitos como filhos de Deus, ter acesso às heranças em Cristo e poder gritar pro mundo a quantidade de privilégios que o Pai nos garante Nele.
Mas será que pra isso você tem cumprido o seu único dever?!
Tem exercido a única tarefa que Jesus lhe deixou?!
"Aquele que quiser vim após mim, pegue a sua cruz, negue a si mesmo e siga-me."
Precisamos ter consciência desta postura, não só isso, precisamos assumi-la.
Estar crucificado, implica em morte.
Jesus nos convida a morrer para este mundo, para só assim tomarmos posse do mundo espiritual e tudo o que ele nos oferece.
Como?
Manietando nossa carne, sujeitando a nossa vontade à de Deus, e deixando Cristo reinar em nossa vida.
Você já viu um defunto no cemitério falar mau de alguém?
Se orgulhar de seu sepulcro?
Julgar o próximo do lado ou brigar com quem passa por cima?
Pois então...
Morto não murmura, não reinvindica, não se acha, morto não se pronucia.
Pelo contrário, sempre tem alguém a seu favor.
Alguém que responda por ele, que não deixe sua honra acabar, seu nome ser esquecido e seu caráter maculado.
Estar crucificado com Cristo é exatamente isso.
Não se pronunciar diante de um problema, antes, se manter na cruz e deixar Cristo agir em seu lugar.
Quando alguém lhe ferir, afrontar ou intimidar, não desça da cruz, permaneça firme, Jesus agirá em seu favor.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Quanto mais santo, mais humanificado...

Fala a verdade...
Você leu esta frase e levou um susto, achou uma heresia, escandalizou-se?!
Pois é.
Tenho aprendido a diferença entre santificação e beatificação.
Ser santo, ao contrário do que alguns dizem, não é ser separado, mas é estar no mesmo contexto sem usar nenhum pretexto pra fazer o que todos fazem.
Em suma, é estar junto sem fazer parte; ser igual mantendo uma diferença; participar sem ser conivente; é estar no mesmo recipiente que o óleo, mas se manter puro como a água.
Ser beatificado é o que muitos andam querendo ser por aí...
Sabe como?!
Aparentando ser quem na verdade não é; mantendo-se num pedestal, olhando todos de cima; achando-se melhor que os outros; julgando-se mais santo que Jesus.
O maior exemplo de santidade na bíblia é Jesus, no entanto, ele participava de festas sem acepção, andava, comia e mantinha amizades com todos em sua época, menos com os religiosos.
Será por quê?
Porque ele não era hipócrita.
Será que só neste pequeno exemplo você já pode se identificar como santo ou beatificado?!

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Tá doendo...

Sabe quando você quer a todo custo ouvir a voz de Deus, mas vozes da dúvida, do medo, da ansiedade e outras ainda, tentam se misturar pra que a clareza das palavras do Senhor não cheguem ao seu ouvido?!
Pois é, acabei de ter uma brecha delas e pude perceber ao longe o som do pai.
Longe não porque Ele se afastou de mim, mas porque meus ouvidos se acostumaram com gritos e a doce voz do paizinho continua a se expressar no mesmo tom de antes.
Tom de segurança, tom que surpreende, tom que afaga, tom que não machuca e nem fere minha audição.
E Ele dizia que toda vitória que está sendo gerada, precisa de seu tempo de fecundação, crescimento e preparação para o parto, ou nascimento.
Revelou-me os motivos de minhas dores, medos, inseguranças...
Abriu minha mente pra entender o motivo de tudo parecer piorar, aumentar, trazendo a sensação de que não vou aguentar mais.
Sua voz meiga sussurrou-me dizendo:
Aguenta minha filha!! Seja forte!! Persista só mais um pouco, pois você está em trabalho de parto.
A dor momentânea lhe trará um lindo presente - sua vitória !!!
Loading...

Pesquisar este blog