domingo, 26 de outubro de 2008

"Diga-me com quem andas e eu te direi quem és."

Você conhece esse ditado?
Claro... crescemos ouvindo isso.
Mas olha só que verdade.
Quando nos afeiçoamos a alguém e nos tornamos seu amigo, passamos a fazer as mesmas coisas que este faz.
Passamos a ter preferências iguais, linguajar, atitudes, pensamentos e até a aparência física nos torna semelhantes, como a maneira de se vestir e o jeito de se expressar.
É muito comum uma pessoa muito íntima ser dada como nosso parente, por causa da maneira que se parece conosco.
Agora, diga-me uma coisa:
Você se parece com Deus?
Você pensa como Ele? Anda como Ele? Age como Ele?
Não?!
Então você não tem intimidade com Deus.
Quando temos intimidade com Deus, nossa maneira de pensar é como a Dele. Passamos a amar o próximo sem julgá-lo, a ser compassivo dos necessitados, a se alegrar com a justiça e praticá-la, passamos a ser santos como Ele.
Ah, Meire! Isso é muito difícil...
É difícil você usar as gírias de João ou vestir-se como Maria?!
Não. Sabe por quê?
Porque você passa tempo com ele(a).
Então... pra sermos como Deus é preciso gastarmos tempo em sua presença, buscar conhecê-Lo e é isso que nos trará intimidade.
Você almeja isso? Então o que está esperando?
Vai... comece agora.

"E o Senhor disse a Adão: Não..." (Gênesis, 2:17)

Quem gosta de ouvir um não?
E quantos de nós nunca o recebeu para o nosso próprio bem?
Em nossa vida humana, crescemos ouvindo: "Filho, não faça isso, não fale aquilo, não aja assim,..."
É certo que muitas vezes não entendemos o porquê de tanta negativa, mas com o passar do tempo, e com a experiência da vida, vamos aprendendo a analisar as situações e a entender cada não dito por nossos pais.
Da mesma forma, na nossa vida espiritual, ouvimos nãos.
Muitas vezes murmuramos, outra nos revoltamos e outras ainda ficamos insatisfeitos.
Mas por que será que Deus diz não a deterninadas coisas?
A primeira negativa da humanidade, foi dada por Deus a Adão.
"Não comerás do fruto..."
Você conhece a história? Então sabe o que aconteceu.
Logo depois Deus disse não também a Caim.
Mas você pode pensar: "Ah, esses nãos eu entendo, mas por que Deus diz não a mim?
Ta... então me diga:
Você pode ser comparado a Moisés?
Homem que viu a face de Deus, que ouvia a Sua voz claramente e que ainda ousou trocar a sua salvação se Deus não perdoasse o povo de Israel.
Dá pra você?
Agora me diga: O que Deus disse a ele antes de morrer?
Você NÃO entrará na terra prometida.
Hum...
E o que você me diz de Davi?
Homem segundo o coração de Deus, escritor dos salmos, homem ungido e o maior rei que existiu em Israel.
Você sabe qual foi a resposta de Deus para ele?
Você NÂO construirá o meu templo.
Que decepção !!!
Anos e anos à fio dedicado a um sonho agora desfeito por Deus.
Paulo...
O maior apóstolo que houve na bíblia. Depois de Jesus, é o nome mais mencionado nos sermões atuais.
Você sabe o que Deus respondeu a um pedido seu?
"NÃO Paulo, a minha graça lhe basta."
Pois é. E ainda somos capazes de ficar emburrados e nos achando merecedores de alguma coisa...
Veja bem, querido: O não de Deus é a porta de entrada para a sua felicidade.
Se Ele tem lhe dado esta resposta, é porque lá na frente Ele tem um sim reservado exclusivamente pra você.
Creia Nele, ninguém o ama mais que o nosso PAI.

sábado, 25 de outubro de 2008

"Tome o seu filho Isaque, e sacrifica-o como holocausto a mim." (Gênesis, 22:2)

Essa passagem já me perturbou por muito tempo.
Como pode Deus pedir que um homem mate o seu próprio filho para O agradar?
Lá no início, Ele já tinha amaldiçoado Caim por ter praticado homicídio, e agora pede que Abraão faça isso?
Bom, vamos analisar a história.
Abraão recebeu uma promessa de Deus aos seus 75 anos, a promessa de ser pai de uma grande nação. Porém, sua esposa era estéril e já não eram jovens.
Bom, essa promessa demorou 25 anos para se cumprir, mas se cumpriu.
Agora imagine: Abraão com 100 anos e Sara com 99, idade impossível de se ter um filho. Mas eles tiveram.
Passado algum tempo... Abrão estava todo feliz, brincando com seu filho Isaque, ensinando-o tudo o que sabia, e de repente ele ouve uma voz: "Abraão!!!!"
Posso até imaginar a dor daquele pai quando Deus fez o Seu pedido.
Deve ter sido uma flexada certeira em seu coração.
Um dor inigualável, um sentimento inexplicável e uma interrogação infinita.
Porém, assim como Deus o deu, Abraão tinha consciência de que Ele sabia o que estava fazendo, ainda que não entendesse.
Bom... o final da história você já conhece.
Mas o que eu quero salientar aqui é o seguinte.
Certamente Deus tem feito promessas a você, tantas quantas tem feito a mim.
Mas vamos supor que em dado momento, aquilo que você sabe que foi Deus quem lhe prometeu e lhe deu, é pedido por Ele como prova de sua obediência.
O que você faria?
Não é nada fácil ser testado por Deus.
Ainda mais, ter que abrir mão daquilo que foi Ele mesmo quem plantou em nosso coração.
Imagine Ele lhe dizendo assim:
"Filho, sabe aquele ministério que eu lhe prometi? Pois é, entregue-o a Mim. Fique no banco."
"Filha, sabe aquele casamento que lhe prometi? Pois é, esqueça-o, quero você integralmente em Minha obra, como Minha noiva apenas."
Difícil, né?
Mas quero alegrar o seu coração com algo que Deus mesmo ministrou ao meu;
Deus de maneira alguma trará confusão a sua mente.
Se ele vier lhe pedir isso, será simplismente por um motivo: Para que você saiba que Ele é Deus, e que acima das bênçãos que Ele lhe dá e acima de cada promessa que fez, Ele é soberano em sua vida, e quer ocupar com exclusividade este espaço em sua vida, sem ter que disputar com: ministério, família, sonhos ou sua própria vontade.
Deus quer que você entenda que somente Ele sabe o que é melhor pra sua vida, e que um teste de confiança bem sucedido, dará a você muito mais do que possa imaginar.
Confie no Senhor...
Ele jamais decepcionará o seu coração.

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

"Eu, o Senhor, Sou fiel e recompenso o Meu povo." (Isaías, 61:8b)

Ninguém está oculto de Deus.
Nenhuma tristeza, pensamento, angústia ou tribulação que passamos, estão encobertos dos Seus olhos .
É Ele quem nos conhece mesmo antes de termos sidos gerados.
Não temos como fugir de Sua mão e nem de negarmos o Seu cuidado.
O que sofremos ou deixamos de sofrer, Ele conhece.
Nossas frustrações, Ele sabe cada uma.
Cada lágrima, cada suspiro, cada batimento acelerado do nosso coração, Ele estava lá, enxugando, sentindo e acalentando-nos.
Deus é tremendamente fiel.
Não temos como negar.
Pra cada dia de luta, Ele nos dá dois dias de vitória.
Pra cada minuto de angústia, Ele nos restitue dez vezes com alegria.
Pra cada noite de insônia, Ele nos dá um dia inteiro de paz.
Sua recompensa é para aquele que o ama, que o serve e que o apraz.
Sua justiça é para o Seu povo.
Seu amor, para todo aquele que Nele crê.
Não se julgue desmerecedor, ele dá porque quer.
Sua graça o faz assim.
Sua missão é adorá-Lo, e sua posição é de mãos erguidas, rendidas e receptoras.

domingo, 19 de outubro de 2008

"Agindo Eu, quem impedirá?" ( Isaías, 43:13b)

Em toda escritura não se lê de promessa não cumprida, de palavra voltada atrás ou de uma decepção humana causada por Deus.
Não há um só lugar que relata a impotência desse Deus e, nem o registro de Sua falência como único.
Para Ele não há sujeição, pois na verdade, todas as coisas que existem na face da terra ou a seu redor, lhe são sujeitas.
Não há nada oculto aos Seus olhos, nem encoberto que não possa ouvir.
Sua soberania vai além do sobrenatural, e com nosso entendimento mesquinho, não temos como imaginar Sua amplitude.
Ele criou os céus, a terra, o invisível e o inesperado.
Suas mãos seguram o mundo e a gravidade o olha com admiração.
As ondas do mar, se encurvam diante do Seu excelso poder.
E as estrelas cantam as Suas maravilhas.
O sol se ofusca diante da Sua majestade.
E o impossível se ajoelha diante do Seu olhar.
Nada é capaz de intimidá-Lo, nem a incredulidade humana.
E o inferno se estremesse diante de tamanha autoridade.
Será que eu preciso dizer mais alguma coisa?
Creia! Aquele que prometeu é fiel pra cumprir.

sábado, 18 de outubro de 2008

"Dar-te-ei os tesouros escondidos..." (Isaías, 45:3)

Quem nunca assistiu filmes de piratas à procura de um tesouro?
Geralmente, o filme gera em torno de lutas, traições, aventura, sofrimento, perigo e muita persistência.
São pessoas que passam a vida procurando algo que apenas ouviram falar.
Muitos perdem familia, casas, bens, saúde e até mesmo a vida em busca desta causa, no entanto estão lá, até no final, persistindo.
O engraçado é que todos nós estamos à procura de um tesouro.
Seja ele um sonho, plano, meta ou simplesmente a felicidade.
Mas você leu direitinho o que Isaías registrou na bíblia?
Ele diz que Deus nos dará os "tesouros escondidos".
Dar? Engraçado, não tenho que fazer nada, só receber?
Pois é... Com Deus é assim.
Ele olha pra nós, Seus filhos, vê aquilo exatamente que estamos precisando e nos dá.
E mais... ainda nos presenteia com aquilo que nem nós mesmos sabíamos que precisávamos.
Por isso, "tesouros escondidos".
Existem lugares dentro de nós, que nunca conheceremos.
Lugares ocultos, obscuros, nunca visitados, jamais sondado por nós mesmos.
Porém, o nosso criador, que em tudo nos conhece e sonda, penetra nestes lugares e nos supre de toda e qualquer falta.
Quer um Pai mais cuidadoso que este? Que além de cuidar, proteger e amar, ainda nos dá tesouros que nem sonhávamos existir, sem nenhum esforço ou sofrimento, simplesmente por nos amar...
Vai! Deixa de ser modesto e pega logo este tesouro... ele é todinho seu.

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Bênção, Pai !!!

Não sei se na sua família tem esse costume, cumprimentar pai e mãe, tios e avós com um pedido de bênção.
Na minha, no entanto, crescemos fazendo isso e procuramos ensinar os nossos filhos a fazerem o mesmo.
Todas às vezes que nos reunimos é uma festa.
Todos se cumprimentam com um forte abraço e beijos. E quando eu digo todos, é literalmente.
Sei que atualmente muitas famílias nem chamam seus tios de tios, mas pelo seu nome próprio. Alguns acham careta, outros, coisa de criança e outros ainda é porque não têm consideração mesmo.
Pedir bênção então? Nossa... que antiquado!!!
É uma pena, porque não sabem a importância de serem abençoados.
Da mesma forma, temos um Pai celestial. Um Deus que nos ama e que está pronto a nos abençoar 24 horas no dia.
Mas será que você tem se preocupado em pedir a Sua bênção?
Ou acha que isso é fanatismo?
Saber que a bênção do Pai está sobre nós durante todo o dia, é mais importante que a certeza que estaremos vivos amanhã.
Porque na verdade, de que adianta viver sem o cuidado do Pai?
Vai!!! Peça a bênção Dele, Ele está a sua espera.
Loading...

Pesquisar este blog