quarta-feira, 17 de setembro de 2008

"...meu Pai é o agricultor." (João, 15:1)

Infelizmente eu nunca aprendi a cuidar de uma planta, mas sei que cultivar requer persistência, carinho, habilidade e muita atenção.
Da mesma forma, nosso coração é um campo fértil.
Às vezes, mal cuidado, solo duro, resistente, mas carente.
Nós humanos não sabemos como lidar com este tipo de solo.
Lançamos sementes de mágoa, tristeza, desânimo, até mesmo de maldição, e acabamos colhendo frutos amargos e malevolentes ao nosso corpo físico e espiritual.
Por outro lado, temos um agricultor a nossa disposição, pronto para semear justiça e paz neste solo tão abatido.
Este agricultor conhece cada solo individualmente, e sabe qual semente certa plantar.
E apesar disso, ele rega com Sua graça, esterca com Seu amor, arranca as ervas daninhas com Sua misericódia, e se preciso for, estaca seu caule evitando-o de cair.
Seu cuidado é notório e rotineiro, e quem o permitir cultivar, colherá frutos de alegria e muita properidade.
Pense nisso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

Pesquisar este blog