segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Jó, 38:14

"...não está em mim..."

Que mérito tenho eu em ser abençoado?
O que há de especial em mim para receber o cuidado e a provisão do Pai?
Qual é o meu direito, como ser humano, de exigir alguma resposta do Todo-Poderoso?
Para todas essas perguntas a resposta é: nenhum, nada.
A palavra de Deus diz que "nós o amamos porque Ele nos amou primeiro".
Não fomos nem capazes de amá-lo em primeiro lugar.
Nossa visão é turva, condicionada. Nossos interesses são egoistas. Nada de bom há em nós.
Porém, um Deus tremendo nos formou, e mesmo sabendo de tudo isso, nos escolheu para amar, nos abraçou com Seu cuidado e tem nos garantido tudo o que precisamos para viver.
Você ainda se acha no direito de exigir?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

Pesquisar este blog