segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

SE ELE NÃO TIVESSE VINDO:

Imagine:
Dia 24/12 - Você acorda com gritos e brigas da sua família. nada de sorrisos, carinho, nenhum tipo de afeto. Ninguém o cumprimenta. Você toma seu café e percebe que há algo errado.
Então resolve sair um pouco.
Ao chegar na rua, vê que as lojas estão vazias, as ruas frias, vazias, ninguém sorrindo, nenhum enfeite de natal
Depois de algum tempo, se depara com uma conhecida saindo de uma loja com um embrulho nas mãos, e você diz:
"Feliz natal... comprando seus presentes?"
E ela diz:
"Você tá louco? Que troço é esse de natal?"
Confuso você resolve ir a um hospital visitar doentes e levar algo para eles.
Chegando lá, você não encontra nada, a não ser uma placa bem grande dizendo: SE ELE NÃO TIVESSE VINDO.
Completamete atordoado você decide:
"Preciso ir na igreja, meu pastor deve ter alguma explicação".
Você anda, anda, anda, e nada de igreja, sumiram todas, desapareceram. Só placas em lugar de igrejas, hospitais, benfeitorias públicas.
Daí você se dá conta de algo desesperador:
JESUS NÃO VEIO.
Jesus nunca veio a terra, não houve nascimento, não houve morte, não houve ressurreição, não há salvação.
Agora você entende:
"É por isso as pessoas estão frias, o mundo triste, não há comemoração. Não há carinho, misericórdia, amor, solidariedade, alegria. Nada disso existe, porque Jesus não veio."

Bom, ainda bem que isso não passa de uma simulação.
Não sabemos exatamente qual foi o dia que nosso Salvador nasceu, mas o que importa é que Ele veio.
Ele escolheu deixar a sua casa celestial para viver num mundo tão humano.
Deixou de se alimentar das iguarias do céu na companhia de Seu Pai, para muitas vezes comer com inimigos ou até mesmo passar fome.
Deixou sua coroa de glória para usar uma de espinhos.
Deixou o louvor dos anjos para receber insultos, chibatadas, ....
Ele deixou tudo por mim, por você.
Não hesitou em nos amar.

Se hoje festejamos o natal, é porque um dia Ele decidiu descer dos céus e viver aqui na terra.
Se hoje presenteamos alguém, é porque Ele nos ensinou a amar.
Se hoje temos hospitais, é porque Ele nos deixou a misericórdia.
E se frenquentamos uma igreja, é porque temos muito o que agradecer.
Aproveitemos esta data para isto.
Natal não é comilanças e bebedeiras, receber e dar presentes, não.
Natal é Redenção.

FELIZ NATAL PRA TODOS VOCÊS !!!!

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

"...Escuta o meu pedido, ó Senhor !! Não te cales quando eu choro..." (Salmo, 39:12)

Você já passou por algum momento de tribulação em que parecia estar sozinho, sem ninguém, nem Deus?
Pois é, isso é mais comum do que você possa imaginar.
Se conversarmos com as pessoas ao nosso redor, veremos o quão frequente é nos sentirmos assim.
Na bíblia também encontramos pessoas que se sentiram abandonadas até por Deus.
Ana disse: "Ó Senhor, olha pra mim, lembra-te de mim, não me abandones." (1Sm,1:11)
Gideão: " Se o Senhor está conosco, porque estamos passando por isso?" (Jz,6:13)
Elias: "Já chega Senhor! Acaba logo com a minha vida." (1 Rs,19:4)
Jesus: "Meu Deus, meu Deus, porque me desamparaste?" (Mc,15:34)
De todos estes exemplos, olhe para Jesus.
Como pode o Senhor ter abandonado o seu próprio filho?
Ele estava fazendo a vontade do Pai, estava se oferecendo em sacrifício, estava libertando o mundo, e inda assim o Pai lhe abandonou... Como pode?
Talvez você esteja enfrentando algum problema na sua vida e não consegue achar respostas.
talvez a sua luta esteja a ponto de fazê-lo desistir dos caminhos de Deus, de seus planos ou até mesmo da sua vida.
mas tenho algo a lhe dizer:
Os planos de Deus são maiores que os meus e os seus. Com certeza essa luta não será para o seu fim, mas para a sua ascensão espiritual.
Deus está lhe preparando para algo bem maior, e para isso foi lhe permitido esta tribulação, esta enfermidade, este problema, esta dificuldade.
Não se apegue as reclamações das pessoas citadas acima, mas se apegue a resposta que o Pai deu a cada uma delas.
Leia adiante, e receba do Senhor a sua resposta.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Atos, 17:26

"De um só homem Ele criou todas as raças humanas para viverem na terra. Antes de criar os povos, Deus marcou para eles os lugares onde iriam morar e quanto tempo ficariam lá."

Você olha a sua volta e diz: "Não aguento mais esse lugar".
Pois é. Todos nós já dissemos isso um dia e ficamos perplexos com a demora das promessas de Deus em nossa vida.
"Puxa, mas Deus disse que eu moraria em outra cidade, disse que eu congregaria em outra igreja, disse que eu seria promovido, e até agora, nada".
Um coisa que precisa ficar bem clara em nossa mente é que Deus já tem tudo planejado, porém, quando Ele nos plantou em determinado lugar, pediu que déssemos frutos.
Como pode você dar fruto na Europa, estando plantado na América?
Em quanto não dermos frutos onde estamos plantados, jamais seremos levados a outro lugar.
Não precisamos ser agricultores pra saber disso, e mesmo leigos, sabemos que não é fácil transportar uma planta arraigada.
Se você tem promessas do Pai em sua vida em outro lugar que não é este, dê frutos onde você está e aguarde, porque o próprio Senhor, saberá o tempo certo de tirá-lo de onde está, com todo carinho pra que não se perca nem um fruto e pra que nenhuma raiz fique pra trás, e o plantará onde Ele quer.

terça-feira, 25 de novembro de 2008

"O que você está fazendo aqui? " ( 1 Reis, 19:9b )

Elias foi um grande profeta de Deus.
Operou milagres e prodígios, e fez toda uma nação se prostrar diante do Deus vivo.
Porém, uma mulher foi capaz de fazê-lo desejar e pedir a morte.
Quantas vezes experimentamos o poder de Deus em nossas vidas, testemunhamos dos Seus feitos aqui na terra, somos usados por Deus para trazer vida a alguém, mas apenas uma voz, uma ameaça, um grito inimigo nos deixa a ponto de desistir de tudo e, nos faz esconder numa caverna?
Talvez você não se esconda em uma caverna literalmente, mas se esconda atrás de medos, inseguranças, covardia, murmuração, desânimo, e fica lá... achando que mais nada de bom acontecerá em sua vida, se achando "o coitado", o pior de todos, e desmerecendo tudo aquilo que Deus já fez.
E é por isso que o Senhor faz uma pergunta:
"O que você está fazendo aqui?"
Parado, abatido, desanimado, com medo, triste, aflito.
Por que você está escondido, se logo na frente Eu lhe darei a vitória?
Por que temes a "Jezabel" que se levanta contra ti, se tens um Deus a teu favor?
Por sua palavra, toda nação ficou sem chuva por 3 anos, e através dela voltou a chover, por sua palavra houve fartura na casa da viúva em época de seca, por sua palavra ressuscitei um menino, por sua palavra fiz descer fogo do céu e ainda lhe entreguei 400 profetas de Baal...
Abra sua boca "Elias", profetize bênção para sua vida, Sou Eu o Senhor quem lhe garante acontecer.
Quem são seus inimigos pra Mim? O que são seus dilemas diante do Meu poder?
Levante-se daí, saia da caverna e prossiga.
Sua vitória está logo à diante.

terça-feira, 18 de novembro de 2008

"O Pai procura verdadeiros adoradores..."

Adorar...
Muitos querem ser, outros dizem que são, mas será que é tão fácil assim ser um adorador?
Se é, então por que o Senhor procura?
Do pouco que sei sobre adoração, posso garantir uma coisa: Não é tarefa fácil.
Adorar, ao contrário do que muitos pensam, não é louvar com uma canção, não é compor uma bela música, não é dançar uma bela coreografia e nem "ministrar" muito bem um período de louvor na igreja.
Adorar requer muito mais.
Requer esforço, ousadia, perseverança, vontade, submissão, humilhação, coragem e entrega.
No mundo espiritual, nada é feito sem esforço e ousadia, e para isso é preciso muita vontade e perseverança pra atingir o alvo proposto, que é tocar o coração de Deus. É preciso ser submisso a Ele, humilhando-nos e tendo coragem de reconhecer que nada somos sem a Sua presença. Adorar é se entregar, abdicar da vontade própria e aceitar de bom grado ser quem Ele quer que sejamos.
Isso não é nada fácil.
Cantar: "Te louvarei, não importa as circunstâncias..." é lindo, mas e viver isso?
Você está disposto a louvá-Lo em meio a adversidade, enfermidade, tribulação e ao desespero?
Se sua resposta é conscientemente sim, então você é quem ele procura: um verdadeiro adorador.

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

"De noite chamei à lembrança o meu cântico..." (Salmo, 77:6)

Noite...Sempre que pensamos em noite passa algumas lembranças em nossa mente.
Descansar ao lado da família, ir a uma festa, ir a igreja, assistir um bom filme...
Mas você sabia que na bíblia noite tem uma simbologia não muito atraente?
Sempre que se refere a noite, se fala de momentos de solidão, tristezas, angústias, lutas,...
Se procurarmos, certamente encontraremos essas referências as quais falei, mas existe uma que se adéqua ao versículo citado acima.
Paulo e Silas na prisão, louvavam a Deus à meia-noite.
Engraçado né?
Prisão não é lugar de ficar cantando, e muito menos à meia-noite. Mas eles nos deixaram um belo exemplo a seguir.
Quando passamos por um momento de dificuldade em nossa vida, a última coisa que pensamos é louvar.
É muito mais fácil reclamar, chorar, emudecer, que ficar cantando.
Mas por que será que o salmista tinha este hábito?
A bíblia fala que o louvor liberta.
No caso de Paulo e Silas foi literal.
Mas ainda que não seja, o louvor tem uma função muito especial: Acalentar a alma.
Davi tocava harpa para que o rei Saul dormisse em paz.
Em resposta a um louvor, Joabe venceu uma guerra.
Foram gritos de louvor que derrubaram os muros de Jericó.
Cornetas e buzinas lutaram por Gideão.
O louvor opera milagres.
Se durante a noite você perder o sono, a esperança ou a vontade de lutar, cante.
Das três alternativas, certamente uma acontecerá:
Você dormirá em paz, a esperança voltará ao seu coração ou suas forças serão renovadas.

terça-feira, 11 de novembro de 2008

"Me fizeste de modo especial e admirável..." (Salmo, 139:14)

Quem é você?
Esta pergunta é bem comum em perfis de redes sociais, na hora de uma apresentação ou numa entrevista de emprego.
É comum respondermos:
Sou filho de fulano, moro em tal lugar e faço isso... mas será que esta resposta completa a tal pergunta?
A gente passa a infância querendo ser alguém, a adolescência achando que é, a juventude sendo como os outros querem, adultos conscientes de que nada fomos e anciãos frustrados por ter mudado tanto e não chegado a lugar algum.
Tem gente que se esconde atrás de modismo, achando que só assim serão aceitos pela sociedade.
Outros de ser quem são para agradar a maioria.
E outros ainda, se impõem de tal forma, que acabam sozinhos.
Então qual é a forma correta de "ser" na sociedade?
Bom, ao sermos criados por Deus, fomos lapidados com uma personalidade exclusiva.
Deus não fez marionetes e nem robôs, mas seres humanos dotados de pensamentos, interesses e qualidades diferentes uns dos outros.
Ele nos deu a capacidade de sermos inconfundíveis, ao demonstrarmos o nosso caráter.
Porém, a sociedade a qual vivemos, nos impõe uma igualdade, e por isso nos cobra padrões que nos deixam tão infelizes com nós mesmos.
E sabe por quê?
Não nascemos pra ser iguais, mas pra sermos diferentes e, através disso, completar outras pessoas.
Meu modo tímido, pode incomodar alguém, mas com certeza impressionará a outros.
Minha espontaneidade pode irritar o meu vizinho, mas fará minha família feliz.
O jeito que me visto, pode ser ridículo para a maioria, mas alguém me achará um charme.
Meu modo de expressar pode parecer careta, mas isso me ajuda ser um intelectual.
Enfim, Deus nos fez diferentes para que o mundo fosse completo.
Ele se alegra com o seu jeito de ser e se orgulha em tê-lo feito assim.
Se quisesse que todos fôssemos iguais, teria nos feito por atacado, mas não nos fez.
Então, se alegre com sua diferença, seja ela qual for, e lembre-se:
Ele o fez "especial e admirável..."

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

"...este é Meu instrumento escolhido..." (Atos, 9:15)

A gente sempre acha bom escolher...
Lembra quando criança?
Brincávamos de queimada, futebol, peteca, e sempre queríamos ser líder, só pra poder escolher o time.
Já adultos, gostamos de escolher amizades, programas, o que beber, vestir. Vivemos buscando a independência e querendo provar que sabemos escolher o melhor.
Mas nem sempre é assim.
Geralmente nos damos muito mal com algumas de nossas escolhas.
Agora, responda-me:
Você gostava de ser escolhido?
Escolhido para o time, para ser amigo, para ajudar o professor, para aconselhar alguém?
Pois é, todos nós, com raríssimas excessões, nos sentimos privilegiados ao sermos escolhidos para fazer alguma coisa.
Imagine então ser escolhido por Deus?
Imagine o Pai olhando lá do céu e dizendo ao Espírito Santo:
"Achei ! Este é o Meu escolhido. Não tenho dúvidas. Vá e prepare-o para a grande obra que tenho a realizar através de sua vida."
Puxa... que privilégio, que felicidade ! Ser achado merecedor da confiança de Deus. Ter sido escolhido por Ele, pessoalmente.
Pois é, querido.
Isso acontece todos os dias. O Pai tem escolhido a mim e a você para uma grande obra.
Ele tem confiado em nós.
E o que temos feito com isso?
Temos ficado orgulhosos e vaidosos, deixando que isso nos atrapalhe na missão, ou temos nos enchido da graça e feito exatamente como Ele quer que façamos?
Pense nisso, e lembre-se:
"Muitos são chamados, mas poucos escolhidos".
Ainda há uma escolha a ser feita por Deus, e esta será para a eternidade.
Não vacile em sua missão, porque Ele pode lhe deixar de lado nesta... do lado esquerdo.

domingo, 26 de outubro de 2008

"Diga-me com quem andas e eu te direi quem és."

Você conhece esse ditado?
Claro... crescemos ouvindo isso.
Mas olha só que verdade.
Quando nos afeiçoamos a alguém e nos tornamos seu amigo, passamos a fazer as mesmas coisas que este faz.
Passamos a ter preferências iguais, linguajar, atitudes, pensamentos e até a aparência física nos torna semelhantes, como a maneira de se vestir e o jeito de se expressar.
É muito comum uma pessoa muito íntima ser dada como nosso parente, por causa da maneira que se parece conosco.
Agora, diga-me uma coisa:
Você se parece com Deus?
Você pensa como Ele? Anda como Ele? Age como Ele?
Não?!
Então você não tem intimidade com Deus.
Quando temos intimidade com Deus, nossa maneira de pensar é como a Dele. Passamos a amar o próximo sem julgá-lo, a ser compassivo dos necessitados, a se alegrar com a justiça e praticá-la, passamos a ser santos como Ele.
Ah, Meire! Isso é muito difícil...
É difícil você usar as gírias de João ou vestir-se como Maria?!
Não. Sabe por quê?
Porque você passa tempo com ele(a).
Então... pra sermos como Deus é preciso gastarmos tempo em sua presença, buscar conhecê-Lo e é isso que nos trará intimidade.
Você almeja isso? Então o que está esperando?
Vai... comece agora.

"E o Senhor disse a Adão: Não..." (Gênesis, 2:17)

Quem gosta de ouvir um não?
E quantos de nós nunca o recebeu para o nosso próprio bem?
Em nossa vida humana, crescemos ouvindo: "Filho, não faça isso, não fale aquilo, não aja assim,..."
É certo que muitas vezes não entendemos o porquê de tanta negativa, mas com o passar do tempo, e com a experiência da vida, vamos aprendendo a analisar as situações e a entender cada não dito por nossos pais.
Da mesma forma, na nossa vida espiritual, ouvimos nãos.
Muitas vezes murmuramos, outra nos revoltamos e outras ainda ficamos insatisfeitos.
Mas por que será que Deus diz não a deterninadas coisas?
A primeira negativa da humanidade, foi dada por Deus a Adão.
"Não comerás do fruto..."
Você conhece a história? Então sabe o que aconteceu.
Logo depois Deus disse não também a Caim.
Mas você pode pensar: "Ah, esses nãos eu entendo, mas por que Deus diz não a mim?
Ta... então me diga:
Você pode ser comparado a Moisés?
Homem que viu a face de Deus, que ouvia a Sua voz claramente e que ainda ousou trocar a sua salvação se Deus não perdoasse o povo de Israel.
Dá pra você?
Agora me diga: O que Deus disse a ele antes de morrer?
Você NÃO entrará na terra prometida.
Hum...
E o que você me diz de Davi?
Homem segundo o coração de Deus, escritor dos salmos, homem ungido e o maior rei que existiu em Israel.
Você sabe qual foi a resposta de Deus para ele?
Você NÂO construirá o meu templo.
Que decepção !!!
Anos e anos à fio dedicado a um sonho agora desfeito por Deus.
Paulo...
O maior apóstolo que houve na bíblia. Depois de Jesus, é o nome mais mencionado nos sermões atuais.
Você sabe o que Deus respondeu a um pedido seu?
"NÃO Paulo, a minha graça lhe basta."
Pois é. E ainda somos capazes de ficar emburrados e nos achando merecedores de alguma coisa...
Veja bem, querido: O não de Deus é a porta de entrada para a sua felicidade.
Se Ele tem lhe dado esta resposta, é porque lá na frente Ele tem um sim reservado exclusivamente pra você.
Creia Nele, ninguém o ama mais que o nosso PAI.

sábado, 25 de outubro de 2008

"Tome o seu filho Isaque, e sacrifica-o como holocausto a mim." (Gênesis, 22:2)

Essa passagem já me perturbou por muito tempo.
Como pode Deus pedir que um homem mate o seu próprio filho para O agradar?
Lá no início, Ele já tinha amaldiçoado Caim por ter praticado homicídio, e agora pede que Abraão faça isso?
Bom, vamos analisar a história.
Abraão recebeu uma promessa de Deus aos seus 75 anos, a promessa de ser pai de uma grande nação. Porém, sua esposa era estéril e já não eram jovens.
Bom, essa promessa demorou 25 anos para se cumprir, mas se cumpriu.
Agora imagine: Abraão com 100 anos e Sara com 99, idade impossível de se ter um filho. Mas eles tiveram.
Passado algum tempo... Abrão estava todo feliz, brincando com seu filho Isaque, ensinando-o tudo o que sabia, e de repente ele ouve uma voz: "Abraão!!!!"
Posso até imaginar a dor daquele pai quando Deus fez o Seu pedido.
Deve ter sido uma flexada certeira em seu coração.
Um dor inigualável, um sentimento inexplicável e uma interrogação infinita.
Porém, assim como Deus o deu, Abraão tinha consciência de que Ele sabia o que estava fazendo, ainda que não entendesse.
Bom... o final da história você já conhece.
Mas o que eu quero salientar aqui é o seguinte.
Certamente Deus tem feito promessas a você, tantas quantas tem feito a mim.
Mas vamos supor que em dado momento, aquilo que você sabe que foi Deus quem lhe prometeu e lhe deu, é pedido por Ele como prova de sua obediência.
O que você faria?
Não é nada fácil ser testado por Deus.
Ainda mais, ter que abrir mão daquilo que foi Ele mesmo quem plantou em nosso coração.
Imagine Ele lhe dizendo assim:
"Filho, sabe aquele ministério que eu lhe prometi? Pois é, entregue-o a Mim. Fique no banco."
"Filha, sabe aquele casamento que lhe prometi? Pois é, esqueça-o, quero você integralmente em Minha obra, como Minha noiva apenas."
Difícil, né?
Mas quero alegrar o seu coração com algo que Deus mesmo ministrou ao meu;
Deus de maneira alguma trará confusão a sua mente.
Se ele vier lhe pedir isso, será simplismente por um motivo: Para que você saiba que Ele é Deus, e que acima das bênçãos que Ele lhe dá e acima de cada promessa que fez, Ele é soberano em sua vida, e quer ocupar com exclusividade este espaço em sua vida, sem ter que disputar com: ministério, família, sonhos ou sua própria vontade.
Deus quer que você entenda que somente Ele sabe o que é melhor pra sua vida, e que um teste de confiança bem sucedido, dará a você muito mais do que possa imaginar.
Confie no Senhor...
Ele jamais decepcionará o seu coração.

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

"Eu, o Senhor, Sou fiel e recompenso o Meu povo." (Isaías, 61:8b)

Ninguém está oculto de Deus.
Nenhuma tristeza, pensamento, angústia ou tribulação que passamos, estão encobertos dos Seus olhos .
É Ele quem nos conhece mesmo antes de termos sidos gerados.
Não temos como fugir de Sua mão e nem de negarmos o Seu cuidado.
O que sofremos ou deixamos de sofrer, Ele conhece.
Nossas frustrações, Ele sabe cada uma.
Cada lágrima, cada suspiro, cada batimento acelerado do nosso coração, Ele estava lá, enxugando, sentindo e acalentando-nos.
Deus é tremendamente fiel.
Não temos como negar.
Pra cada dia de luta, Ele nos dá dois dias de vitória.
Pra cada minuto de angústia, Ele nos restitue dez vezes com alegria.
Pra cada noite de insônia, Ele nos dá um dia inteiro de paz.
Sua recompensa é para aquele que o ama, que o serve e que o apraz.
Sua justiça é para o Seu povo.
Seu amor, para todo aquele que Nele crê.
Não se julgue desmerecedor, ele dá porque quer.
Sua graça o faz assim.
Sua missão é adorá-Lo, e sua posição é de mãos erguidas, rendidas e receptoras.

domingo, 19 de outubro de 2008

"Agindo Eu, quem impedirá?" ( Isaías, 43:13b)

Em toda escritura não se lê de promessa não cumprida, de palavra voltada atrás ou de uma decepção humana causada por Deus.
Não há um só lugar que relata a impotência desse Deus e, nem o registro de Sua falência como único.
Para Ele não há sujeição, pois na verdade, todas as coisas que existem na face da terra ou a seu redor, lhe são sujeitas.
Não há nada oculto aos Seus olhos, nem encoberto que não possa ouvir.
Sua soberania vai além do sobrenatural, e com nosso entendimento mesquinho, não temos como imaginar Sua amplitude.
Ele criou os céus, a terra, o invisível e o inesperado.
Suas mãos seguram o mundo e a gravidade o olha com admiração.
As ondas do mar, se encurvam diante do Seu excelso poder.
E as estrelas cantam as Suas maravilhas.
O sol se ofusca diante da Sua majestade.
E o impossível se ajoelha diante do Seu olhar.
Nada é capaz de intimidá-Lo, nem a incredulidade humana.
E o inferno se estremesse diante de tamanha autoridade.
Será que eu preciso dizer mais alguma coisa?
Creia! Aquele que prometeu é fiel pra cumprir.

sábado, 18 de outubro de 2008

"Dar-te-ei os tesouros escondidos..." (Isaías, 45:3)

Quem nunca assistiu filmes de piratas à procura de um tesouro?
Geralmente, o filme gera em torno de lutas, traições, aventura, sofrimento, perigo e muita persistência.
São pessoas que passam a vida procurando algo que apenas ouviram falar.
Muitos perdem familia, casas, bens, saúde e até mesmo a vida em busca desta causa, no entanto estão lá, até no final, persistindo.
O engraçado é que todos nós estamos à procura de um tesouro.
Seja ele um sonho, plano, meta ou simplesmente a felicidade.
Mas você leu direitinho o que Isaías registrou na bíblia?
Ele diz que Deus nos dará os "tesouros escondidos".
Dar? Engraçado, não tenho que fazer nada, só receber?
Pois é... Com Deus é assim.
Ele olha pra nós, Seus filhos, vê aquilo exatamente que estamos precisando e nos dá.
E mais... ainda nos presenteia com aquilo que nem nós mesmos sabíamos que precisávamos.
Por isso, "tesouros escondidos".
Existem lugares dentro de nós, que nunca conheceremos.
Lugares ocultos, obscuros, nunca visitados, jamais sondado por nós mesmos.
Porém, o nosso criador, que em tudo nos conhece e sonda, penetra nestes lugares e nos supre de toda e qualquer falta.
Quer um Pai mais cuidadoso que este? Que além de cuidar, proteger e amar, ainda nos dá tesouros que nem sonhávamos existir, sem nenhum esforço ou sofrimento, simplesmente por nos amar...
Vai! Deixa de ser modesto e pega logo este tesouro... ele é todinho seu.

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Bênção, Pai !!!

Não sei se na sua família tem esse costume, cumprimentar pai e mãe, tios e avós com um pedido de bênção.
Na minha, no entanto, crescemos fazendo isso e procuramos ensinar os nossos filhos a fazerem o mesmo.
Todas às vezes que nos reunimos é uma festa.
Todos se cumprimentam com um forte abraço e beijos. E quando eu digo todos, é literalmente.
Sei que atualmente muitas famílias nem chamam seus tios de tios, mas pelo seu nome próprio. Alguns acham careta, outros, coisa de criança e outros ainda é porque não têm consideração mesmo.
Pedir bênção então? Nossa... que antiquado!!!
É uma pena, porque não sabem a importância de serem abençoados.
Da mesma forma, temos um Pai celestial. Um Deus que nos ama e que está pronto a nos abençoar 24 horas no dia.
Mas será que você tem se preocupado em pedir a Sua bênção?
Ou acha que isso é fanatismo?
Saber que a bênção do Pai está sobre nós durante todo o dia, é mais importante que a certeza que estaremos vivos amanhã.
Porque na verdade, de que adianta viver sem o cuidado do Pai?
Vai!!! Peça a bênção Dele, Ele está a sua espera.

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Mateus, 13:6

"...queimou-se e secou porque não tinha raiz."

Você com certeza conhece esta parábola.
Mas o que eu gostaria de salientar aqui é a importância da raiz em uma árvore.
Certo homem, tinha um pedaço de terra a volta de sua casa e resolveu plantar árvores. No entanto, ao lado, havia um antigo agricultor, que ficava de olho em tudo o que ele fazia.
Um dia, o seu vizinho, que era muito curioso, perguntou:
- Você não vai regar as sua mudas? Assim elas jamais crescerão.
- Não será preciso, a natureza se incumbirá disso.
- Mas estamos em época de estiagem, não temos previsão de chuva, elas não aguentarão esperar.
- É por isso mesmo, quero que suas raízes cresçam em busca de água subterrânea, a fim delas crescerem bem fortes e não com raízes superficiais.
O tempo se passou, e aquele agricultor acabou se mudando para a cidade. Anos depois ele sentiu saudade daquelas terras e resolveu visitá-las. Era um dia de muita chuva e fortes ventos, mas algo lhe chamou muita atenção: Da janela da sua antiga casa ele vistava a pequena plantação de árvores do velho vizinho e fez uma importante constatação. Todas as árvores daquela vila estavam se intortando com o vento, mas a plantação do amigo, só balançavam as folhas.
Às vezes, não entendemos o motivo de termos que passar por tantos períodos de estiagem na vida espiritual. Períodos de seca, quase deserto.
Mas essa história nos revela a razão do Pai permitir que passemos por isso. É para não nos acostumarmos com as chuvas e estacionarmos em nosso crescimento espiritual.
Deus quer que enraizemos, nos aprofundemos Nele, para que nada no futuro venha nos derrubar.
Uma forte raiz pode não ser notada por ninguém, mas o tombo de uma grande árvore pode fazer um belo estrago.

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Salmo, 17:3

"Tu conheces o meu coração e de noite me visitas."

Quem é que gosta de receber visitas a noite?
Por exemplo:
Você já está de pijamas, deitou para descansar e assistir na tv um filme que desejava tanto... alguém bate na porta.
Você está assentado à mesa com sua família para saborear a pizza que demorou tanto para ser feita... o seu nome é chamado lá fora.
Na verdade, visita só é bem vinda quando estamos dispostos e previnidos, fora disso, acaba se transformando em inoportuno.
Mas por que será que a bíblia nos diz que Deus nos visita à noite?
Bom, à noite, estamos sem disposição para fingir uma aparência; já estamos sem palavras pra inventar desculpas e também estamos vestidos como realmente somos: sem desfarces.
Deus quer nos encontrar exatamente assim, desprovidos de máscaras, desculpas, falsa aparência.
Ele quer nos encontrar tal como somos.
Quer olhar nossos olhos cansados e perguntar?
- Como foi o seu dia?
Vê você sem maquiagem e dizer?
- O que está lhe afligindo?
Pegar você já cansado de tanto falar bobagens e lhe oferecer um ouvido amigo, um colo e um conselho.
E por que Ele vai exatamente em nossa casa? Não poderia marcar um encontro em algum lugar social?
Bem, vou lhe dizer o porquê.
Deus quer entender a sua intimidade e pra isso Ele precisa conhecê-la.
Quer lugar mais apropriado para se conhecer alguém, que durante a noite em sua própria casa?
Então.
Prepare-se, quem sabe o Senhor vá hoje em sua casa?

O que atrai a presença de Deus?

Atualmente, muitos têm tentado inventar um jeito novo para fazer isso.
Alguns usam amoletos como estratégia de emoçãos e comoção humana;
Shofar, barulho de águas, vento, assopro, gritos, danças, choros...
Mas será que isso verdadeiramnte atrai o coração de Deus?
O salmo, 51:17, diz:
"Ó Deus, a minha oferta é um coração contrito e um espírito quebrantado, e é isso que tu aceitas."
E no Salmo, 34:18, confirma:
"O Senhor se aproxima de todos os quebrantados de coração e salva os abatidos."
Aí está a resposta. O que atrai a presença do Senhor é a nossa humilhação, o nosso arrependimento e o nosso reconhecimento de que Ele é Deus, e somente Ele o é.
O restante, pode sim, servir de manifestação de louvor a Ele, mas nunca trazer a Sua atenção para nós.
Adorar a Deus, não é um modismo ou forma de conseguir foco pessoal, mas sim um estilo de vida.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Grávidos de uma Vitória...

Você já parou pra pensar o quanto demorar para gerar uma criança?
Mas se analisarmos a perfeição de cada parte do bebê, e ainda, a complexidade de um ser humano, você acabará concordando que durou o tempo certo.
É claro que durante a gravidez passamos por sintomas especiais:
Enjôos e fome, sono e insônia, alegria e nostalgia, mal e bem-estar, certezas e dúvidas, sonhos e medos...
Porém, cada sintoma é esquecido mediante a simples lembrança do ser que há por vir.
Nove meses é muito tempo, mas vale à pena esperar por algo tão querido e desejado.
Nascer antes do tempo?! Nem pensar. Fazemos questão de esperar o tempo certo para que nasça perfeito.
Assim também é a gestação de uma vitória, de uma resposta ou de uma bênção que pedimos a Deus.
Durante o período de gestação, temos sintomas como, desânimo e esperança, alegria e tristeza, certeza e dúvidas, coragem e medo...
Mas quem se arriscaria receber algo antes do tempo?!
Suas consequências, com certeza não seriam as melhores.
Assim como a criança prematura requer muitos cuidados e sofre riscos, a bênção recebida antes do tempo, traz consigo algumas imperfeições, pois não está totalmente acabada por Deus, não estamos preparados e nem amadurecidos para lidar com aquilo naquele momento.
É como uma pessoa que se precipita em comprar um carro sem dinheiro para pagar as prestações, sem garagem para guardar e não contando com todas as despesas que vem com ele.
Por isso, é melhor passar por cada estágio e sofrer as dores de parto, à tirar antes do tempo e temer o futuro.

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

"Abraão, esperando contra a esperança, creu..." (Romanos, 4:18)

Esperar...
Como é difícil.
Às vezes, esperamos tanto, que até achamos que não virá mais.
Perdemos as esperanças, achamos estar iludidos, ficamos tristes, abatidos, até murmuramos:
- Não foi Tu, Senhor, quem falaste comigo?
Porém, é preciso entendermos algo muito importante.
Toda espera nos ensina algo.
Ensina-nos que não somos nada, que nada podemos, que somos dependentes de Deus, que nossa ansiedade não acrescenta nada em nós, a não ser insônia e mal estar.
E mais, revela aos nossos corações o verdadeiro motivo pelo qual queremos tanto o que buscamos.
A vontade de Deus é assim.
Ele nos dá o que queremos, o que precisamos ou o que na verdade Ele quer.
O bom mesmo, é quando queremos o que Ele quer nos dá e, é isso o que precisamos.
Creia, espere, espelhe-se na vida de Abraão.
O melhor está por vir.

terça-feira, 23 de setembro de 2008

"...pois só Tu conheces o coração dos homens." (1 Reis, 8:39)

Vamos fazer uma analogia entre uma casa e o nosso coração.
- Quando recebemos alguém em nossa casa, em que lugar o recepcionamos?
- Geralmente na sala. Por quê?
- Bom, a sala é o lugar mais aberto da casa, nela atendemos o visinho, o colega de trabalho, alguns conhecidos e amigos. Ainda tem gente que atende na varanda, pois gosta de privacidade total.
Agora, e a cozinha? Quem você costuma levar pra comer em sua mesa?
- Ah!!! Geralmente são os amigos mais chegados, os parentes ou numa ocasião muito especial em que eu precise consertar o encanamneto ou trocar a botija de gás.
Banheiro? Ah, eu só deixo entrar o pessoal de casa mesmo, ou alguém bem íntimo a mim, pelo contrário, é totalmente reservado. Meu quarto? Que isso? É o lugar mais meu que existe na casa. Lá eu deixo minhas revistas e livros prediletos, meus perfumes, meus segredos, minha vida. Na verdade, não gosto muito que entrem em meu quarto, pois toda minha intimidade fica guardada lá.
- Bom, e se eu disser que o nosso coração tem cômodos iguais a de uma casa?!
Em que parte dela você permitiria que Jesus entrasse? Será que você o receberia na varanda mesmo, porque tem pressa ou porque não tá a fim de intimidade?!
- Não, que isso? eu o receberia em minha sala, e até ofereceria um cafezinho.
- Mas se eu lhe dissesse que o desejo Dele é sentar em sua mesa, ceiar com você, lavar os pés em seu banheiro e deitar em sua cama?
- Ah!!! Parece-me meio abusado. Afinal, tenho meus recatos.
- Bom, então meu amigo, preciso lhe dizer algo. Jesus não só quer ter toda essa liberdade, como também deseja limpar a sua casa, mudar os móveis de lugar, restaurar o que está quebrado e ainda jogar no lixo toda tranqueira que você guarda.
Você aceita? Garanto-lhe uma coisa, sua casa nunca mais será a mesma e sua vida também não.

sábado, 20 de setembro de 2008

"...se creres, verás..." (João, 11:40)

Às vezes, nosso entendimento se limita ao tempo, às circunstâncias, ao que os nossos olhos conseguem enxergar hoje.
Infelizmente, nossa ansiedade embaça a nossa visão espiritual, tampa os nossos ouvidos e bloqueia a nossa mente, para que não entendamos o agir de Deus em nós.
Sua Palavra é clara: "Fiel é Deus para cumprir toda promessa feita a nós".
Em toda a história, não encontramos uma só vez em que Ele tenha mentido.
Cada promessa foi cumprida e cada propósito realizado em seu devido tempo.
Tempo?
Ah! achamos a palavra chave.
Ninguém gosta de esperar. Nosso imediatismo faz-nos duvidar de Deus quando Ele "demora".
Duvidamos de Suas promessas, questionamos o Seu agir, murmuramos e acabamos retardando o Seu querer em nossa vida, pois ainda não cremos o suficiente para vermos o Seu mover.
Jesus é claro: "se creres, verás".
Crer é descansar em Seus braços, é confiar na Sua vontade e na perfeição do Seu tempo.
Crer é ter a plena consciência que Sua vontade é a melhor, ainda que não seja aquilo que pedimos ou queremos.
Crer é se entregar totalmente aos cuidados do Pai e não temer.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

"De noite chamei à lembrança o meu cântico..." (Salmo, 77:6)

Este versículo me faz lembrar Paulo e Silas na prisão.
Depois de terem pregado a palavra de Deus, receberam uma recompensa.
Qual? Uma cela suja e fria, e correntes para prendê-los.
Mas, você pode pensar? Que recompensa é essa?
Realmente aos nosso olhos não se parece nem de longe um elogio, quanto mais uma recompensa, mas vamos olhar como espirituais:
O que geralmente nós fazemos quando dá algo errado?
Murmuramos, reclamamos, ficamos tristes, desanimados,...
Mas olhem só o que eles fizeram: Cantaram louvores a Deus.
O sino tocava, meia-noite.
A carne machucada, gemia.
O corpo maltratado, doía.
O coração agradecido, adorava.
Por quê?
Porque a situação em que se encontravam, não desmerecia o amor de Deus em suas vidas, e nem abalava a fé que ardia em seus corações.
Ao vê-los assim, o Pai se alegrou tanto, que mostrou Sua força através de um terremoto, quebrou as cadeia, libertou-os e ainda lhes deu sabedoria para ganhar almas num lugar onde ninguém havia pregado.
Quer recompensa maior que esta?

"...Buscai a minha presença..." (Salmo, 27:8)

Você já se deparou diante de um rio ou riacho e conseguiu ver nele o reflexo do céu?
Não? E através de um lago sereno e tranquilo? Então...
Bom, vou lhe explicar o que acontece.
As águas correntes ou encrespadas do riacho, não permitem que o céu se reflita em seu espelho, porém, num lago tranquilo e de águas limpas, podemos enxergar claramente a imagem do azul celeste.
Assim também acontece conosco.
Deus nos promete algo e ficamos tão ansiosos por aquilo, que nosso coração se inquieta, fica agitado pela impaciência e traz ondas de aflição.
Porém, o nosso Pai está ali, falando, orientando-nos, mas a agitação das águas interiores não nos permitem ouvi-Lo.
É preciso aquietar-nos para receber as promessas de Deus.
Em meio a tempestade, não há peixe.
Só através da quietude, podemos enxergar o agir de Deus e receber o cumprimento da Sua palavra.

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

"...meu Pai é o agricultor." (João, 15:1)

Infelizmente eu nunca aprendi a cuidar de uma planta, mas sei que cultivar requer persistência, carinho, habilidade e muita atenção.
Da mesma forma, nosso coração é um campo fértil.
Às vezes, mal cuidado, solo duro, resistente, mas carente.
Nós humanos não sabemos como lidar com este tipo de solo.
Lançamos sementes de mágoa, tristeza, desânimo, até mesmo de maldição, e acabamos colhendo frutos amargos e malevolentes ao nosso corpo físico e espiritual.
Por outro lado, temos um agricultor a nossa disposição, pronto para semear justiça e paz neste solo tão abatido.
Este agricultor conhece cada solo individualmente, e sabe qual semente certa plantar.
E apesar disso, ele rega com Sua graça, esterca com Seu amor, arranca as ervas daninhas com Sua misericódia, e se preciso for, estaca seu caule evitando-o de cair.
Seu cuidado é notório e rotineiro, e quem o permitir cultivar, colherá frutos de alegria e muita properidade.
Pense nisso.

terça-feira, 16 de setembro de 2008

"...aqueles que O adorem em espírito e em verdade." (João, 4:23)

Você sabe o que é adorar em espírito?
É permitir que o Espírito de Deus o conduza a adoração da maneira que Ele quer receber, e não da maneira que você quer ofertar.
E em verdade?
É oferecer a Ele, pra Ele e somente por causa Dele toda e qualquer forma de louvor.
Tem gente que se engana, e acha que tá com tudo. Mas na verdade, o que tem feito é oferecer uma adoraçção na carne e em mentira.
Faz de tudo pra ser elogiado, pra ser reconhecido ou pra mostrar que é o tal.
Enquanto isso, o Senhor olha e procura.
Um verdadeiro adorador, não está condicionado a regras, condições ou paradigmas, mas a sua preocupação é exclusivamente tocar o coração do Pai, alegrá-Lo e satisfazê-Lo em tudo.

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

"O Pai procura verdadeiros adoradores..."

Já refletiu sobre isto?
Se é preciso procurar é porque não se tem em abundância. Não está a vista. É raro se achar.
Agora você sabe o que é um adorador?
É alguém que busca em prinmeiro lugar os interesses do Pai, ainda que isto lhe custe a vida.
É pregar a cura, mesmo estando morrendo de câncer.
É dizer que Ele é a resposta ainda que não tenha lhe respondido.
É aceitar que a vontade Dele é a melhor, ainda que não seja a sua.
Em suma.
Adorar a Deus é se maravilhar em Sua grandeza, deleitar-se em Sua bondade e descansar na Sua graça.
É perder tudo e ainda sim se sentir próspero.
É não ter ninguém ao seu lado e se sentir acompanhado.
É viver para Ele sem esperar nada, simplismente por amá-Lo.
É servi-Lo por quem Ele é, e não pelo que possa lhe dar.
Será que o Pai pode encontrar isso em você?

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Marcos, 4:37

"...levantou-se grande temporal..."

Tem gente que morre de medo de relâmpagos, trovões, ventos fortes e chuva abundante.
Eu, porém, sempre gostei de um tempo assim pra dormir.
Afinal? O que se faz na hora de uma tempestade, a não ser esperar?
Creio que é assim que devemos nos portar durante uma tempestade espiritual.
Deus na Sua onisciência, sabe que a terra anseia por uma renovação, e sempre depois de uma tempestade, a grama volta a brotar, as árvores aproveitam para fazer uma limpa de frutos indecisos, e ainda podemos respirar um ar mais puro.
Na vida espiritual é a mesma coisa.
Os raios e trovões nos revelam a nossa impotência e dependência total de Deus.
Os ventos nos balançam o suficiente para arrancar todo o fruto estragado de nossa vida.
E a forte chuva nos lava, tirando toda sujeira e deixando-nos renovados.
Então... Tá passando por uma tormenta?
Aproveite para descansar nos braços do Pai.

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Josué, 6:2b

"...entreguei Jericó em suas mãos..."

Essa passagem bíblica é linda, e nos relata o grande poder de Deus a favor de nós.
Da mesma forma que Ele disse isto a Josué, Sua palavra se repete a você hoje, lhe dizendo: Entreguei em suas mão... a vitória, a cura, a resposta, a autoridade, a unção, a sabedoria, o conhecimento, a ousadia, a solução, a capacidade, a saúde, a liberdade, a vida...
Ele não nos disse: Vos entregarei, mas...entreguei.
E além de nos entregar, ainda nos revela a forma de tomarmos posse, assim como fez com o povo de Israel.
Por isso, ouça atentamente a Sua orientação, siga cada passo que Ele ordenar e aposse da herança que Ele lhe deu.

terça-feira, 2 de setembro de 2008

2 Timóteo, 1:12

"...eu sei em quem tenho crido..."

O mundo não entende como podemos viver as crises cotidianas e ainda assim termos um motivo para sermos felizes.
Alguns nos olham com inveja, outros com ironia e podem até pensar que somos despeitados.
Sempre terá alguém ao nosso lado que achará que somos orgulhosos, e por isso não reclamamos.
Outros, falarão entre os dentes: "Coitado, nem tem força pra murmurar."
No entanto, essa satisfação que há em nosso coração, e essa alegria constante em nossos lábios, vêm da confiança que temos num Deus Onipotente, que nos acompanha a todo instante e que nos provê em qualquer situação.
É uma capacidade dada por Ele de enxergarmos a bonança em meio a tempestade.
É a certeza de que o melhor está por vir.
É a esperança de vida eterna que nos aguarda.
É a misericórdia que nos envolve a cada manhã e nos diz em tom de bom dia: "Não temas, Eu Sou contigo!"

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Jó, 38:14

"...não está em mim..."

Que mérito tenho eu em ser abençoado?
O que há de especial em mim para receber o cuidado e a provisão do Pai?
Qual é o meu direito, como ser humano, de exigir alguma resposta do Todo-Poderoso?
Para todas essas perguntas a resposta é: nenhum, nada.
A palavra de Deus diz que "nós o amamos porque Ele nos amou primeiro".
Não fomos nem capazes de amá-lo primeiro.
Nossa visão é turva, condicionada. Nossos interesses são egoistas. Nada de bom há em nós.
Porém, um Deus tremendo nos formou, e mesmo sabendo de tudo isso, nos escolheu para amar, nos abraçou com Seu cuidado e tem nos garantido tudo o que precisamos para viver.
Você ainda se acha no direito de exigir?

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Mateus,28:20

"...eis que estou convosco todos os dias..."

Ah! Que promessa maravilhosa.
Saber que teremos a companhia do Espírito de Deus em todo lugar que estivermos, em qualquer momento de nossas vidas e sempre que precisarmos.
Tem palavra mais animadora que esta?
É muito bom saber que estamos sendo cuidados por um Deus Todo-Poderoso, um Deus tremendo que faz e desfaz o que quer e quando quer a nosso favor.
Um Deus que nos avisa a respeito do futuro e que esquece os nossos erros do passado.
Um Deus que cria e recria situações,só pra vê em nossos lábios um sorriso e, em nossa boca uma canção.
Um Deus que nos ama incondicionalmente e que mesmo sendo tão grande, deseja morar num lugar tão pequeno: o nosso coração.

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

"Ainda que eu ande pelo vale..."

Hoje, enquanto eu caminhava, deparei-me com um vale logo abaixo de mim. Um vale diferente. 
O rio Paraíba do Sul. 
Como estamos em época de seca, suas águas quase desapercebidas, formam pequenos lagos de águas parada entremeadas a pedras e pedregulhos.
Muitas vezes nossa vida é como este vale.
Em época de estiagem, precisamos nos conter com os pequenos lagos formados para nos saciar em meio a tantos obstáculos e pedras no caminho desértico.
Lagos que já foram correntezas ativas, mas que hoje subsistem a seca espiritual a fim de refrigerar a nossa alma.
No entanto, há um rio que desce direto do trono de Deus. Rio de águas cristalinas, capaz de saciar a nossa sede em qualquer época da nossa vida. Águas que purificam, que restauram.
Águas que jorram a fim de nos refrigerar, dessedentar e renovar nossas forças até a próxima estação..

terça-feira, 26 de agosto de 2008

A Alegria do Senhor é a nossa Força

Tem gente que se sente incomodado com a nossa alegria.
Eles chegam a nos perguntar:
"Aqui, você não está vendo o gigante que você terá que enfrentar? Por que então você não tira este sorriso dos lábios?"
Ah... a nossa alegria não está firmada em circunstâncias deste mundo, mas na verdade espiritual que nos envolve:
Fiel é Deus.
Nós cremos num Deus que abre mares ou se Ele achar necessário, faz-nos andar em cima dele.
Nosso Deus é o Deus do impossível.
Sua soberania vai além do visível e abrange o ilimitado.
Não há nada que Ele não possa fazer.
Ele mesmo nos toma pela mão e diz:
"Vá, Eu sou contigo."
Levante a cabeça e contagie este mundo infeliz com a sua alegria.

Gênesis,22:2

“Tome o seu filho unigênito e sacrifica-o como holocausto a mim.”

Senhor, quero lhe pedir perdão sobre cada desobediência cometida por mim. Perdoa-me por querer fazer a minha vontade e de não ter dado ouvido a Sua voz.
Perdoa-me por todo este tempo ter tirado minhas próprias conclusões desagradando ao Seu coração.
Neste momento, quero oferecer minha vida em sacrifício vivo no Seu altar. Sei que não será nada fácil, mas que direito tenho eu de impedir a Sua vontade?
Tem misericórdia da minha vida, minhas atitudes, meus pensamentos.
Nada posso lhe pedir a não ser a Sua graça na minha vida e a Sua vontade.
Não tenho créditos em minha conta no céu, já saquei tudo o que tinha direito q ainda estou em débito. Por isso, por Seu amor, salda minha dívida com o Senhor e receba meu coração como penhor do meu arrependimento.
Lava-me com o Seu sangue e me ajuda a não cair mais em tentação.
Purifica minha mente, minhas emoções e a minha vida, e declaro que a partir de hoje estou pronta para receber a Sua vontade e cumpri-la.
Muito obrigada por este amor tão grande. Amém.




Meire Raposo – 21/08/08 – 11:07 hs

sábado, 23 de agosto de 2008

Atos,27:25

“...confio em Deus que me sucederá do modo que me foi dito.”

Sou da quarta geração de cristãos em minha família.
Cresci ouvindo dos feitos maravilhosos de Deus na vida da minha parentela, e presenciando muitas respostas de oração feita por meus pais.
Já fui curada instantaneamente, e já vi milagres acontecer em minha casa.
Ainda criança o Senhor começou a me fazer promessas.
Algumas já se cumpriram, outras, espero até hoje.
Tem dia que meu coração incrédulo quer falar mais alto e minha visão carnal, embaça a minha fé.
No entanto, logo o Espírito me retorna a fidelidade do Pai e me traz de volta a confiança Nele.
Afinal, o Deus que já curou um câncer, que já desfez laços de morte e que já nos deu o impossível, não será capaz de cumprir a Sua própria palavra?
Sem sombras de dúvida.



Meire Raposo – 18/08/08 – 9:00 hs

Salmo,78:72

“E Ele... os dirigiu com mãos precavidas.”
(Salmo,78:72)

Deus tem uma grande preocupação: Avisar-nos a cerca do futuro.
Se não fosse assim, não saberíamos nada sobre o céu e o inferno, o presente e o passado, sobre os anjos e os principados.
Desde o princípio, o Senhor planejou cada detalhe, sabendo de nossa dificuldade de aceitar Sua orientação.
Ele abundou em graça para com o nosso pecado, cresceu em misericórdia para com as nossas desobediências, acrescentou Sua fidelidade para com a nossa negligência e superabundou em amor, para nos revelar a Sua grandeza.
Seu conselho está sempre nos acompanhando, Sua voz terna, paciente, revelando-nos até onde podemos ir e Sua mão cuidadosa, dirigindo cada passo que damos evitando o mal.
É certo que nem sempre deixamos que Ele nos dirija, e por isso passamos por tantos atropelos nessa vida.
Ainda preferimos ouvir o nosso enganoso coração a seguir a orientação de um sábio e onisciente Deus.
Achamos que sabemos de tudo, no entanto somos artificialmente guiados pelo limite de nossa visão.
Nossos pés vacilantes, clamam por uma direção certa, e ao invés disso, pisamos em pedras a beira do abismo achando que nunca iremos cair.
Certamente, um dia entenderemos que só Ele tem o melhor, e passaremos a direção de nossa vida para a Sua mão. Talvez isso nos custe um coração despedaçado, uma falência financeira ou uma fragilidade carnal. Mas com certeza, ainda assim, Ele nos fará feliz.




Meire Raposo – 15/08/08 – 08:26 Hs

Gênesis,32:24

“E Jacó lutou com o Anjo até o romper do dia.”


Às vezes eu me pego na seguinte pergunta:
É certo lutar com Deus pedindo o que eu quero?
Jacó sempre soube o que queria, e desde o ventre de sua mãe lutou para conquistar a primogenitura.
Comprar o direito de seu irmão foi fácil, enganar o seu pai e conseguir a sua bênção, também não foi difícil, mas e agora? Como ele faria pra conseguir a bênção de Deus?
Bom, ele resolveu que clamaria pedindo isso, e quando o anjo apareceu para, quem sabe, lhe dar a resposta, ele não satisfeito lutou até que a resposta lhe fosse favorável.
E então, ao raiar o dia, sua bênção estava em suas mãos.
Porém, sua vida nunca mais foi a mesma.
Seu caminhar agora dependia do amparo do Pai, seus passos trôpegos não o permitiam mais fugir, e sua decisão foi servir ao Deus vivo até a sua morte.
Com essa história eu posso tirar uma lição:
Pra receber do Pai aquilo que meu coração almeja, preciso estar disposto a ser dependente Dele para o resto de minha vida.
A condição está feita, aceita-la agora é comigo.



Meire Raposo – 20/08/08 – 13:25 hs

2 Coríntios, 6:10

“Entristecidos, mas sempre alegres...”

Parece tão absurdo isso!
Como pode alguém está entristecido e ao mesmo tempo alegre?
Na verdade, as circunstâncias, os problemas, a luta diária, trazem angústia ao nosso coração.
Dificilmente alguém que está preocupado ou com algum problema urgente pra resolver, fica rindo o dia inteiro.
Porém, estar entristecido pelas circunstâncias da vida, não nos faz uma pessoa triste.
A tristeza tem o poder de nos abater, mas é uma coisa passageira, com tempo marcado de acabar.
É possível sim ser alegre e estar entristecido.
Por quê?
Porque a alegria é um fruto do Espírito, é uma verdade interior, e não um estado emocional.
É sorrir diante do problema por saber que ele é menor que o seu Deus.
É ter a certeza que o problema não durará mais que o tempo suficiente da solução.
É crer que o Pai cuida de nós em todos os momentos e que nunca nos abandonará.
Em suma. Ser alegre é o fruto da nossa confiança em Deus.





Meire Raposo – 19/08/08 – 9:35 Hs

Salmo,40:1

“Esperei com paciência no Senhor.”

Por que tardam as promessas de Deus?
Existem vários motivos, mas quero me deter a um: Ele testa a nossa confiança Nele.
Podemos ter esta certeza, ao ler algumas histórias da bíblia.
Abraão tinha 65 anos quando Deus lhe prometeu um filho. Anos e mais anos se passaram, pra ser sincero, 35 anos se passaram. Abraão já estava com 100 anos e sua esposa Sara, com 99 anos. Aos olhos naturais, eles já haviam passado da idade de ter um filho. Porém, a promessa de Deus não falhou na vida de Abraão e eles puderam contemplar o cumprimento da palavra do Senhor.
José também teve uma promessa de Deus, de governar um povo. Na época, ele tinha apenas 17 anos. Mas se você ler a sua história, verá que ele foi traído por seus irmãos mais velhos, vendido por eles e ainda passou duros anos de escravidão no Egito. Você poderia até pensar: Que promessa é esta?Porém, ao completar 30 anos, José vivenciou a promessa de Deus e ainda pode salvar a vida daqueles que um dia o fizeram sofrer.
Pra encerrar, temos Davi.
Ah!!! Esse é um belo exemplo de confiança no Senhor. Aos 12 anos foi ungido o rei de Israel, e em lugar de glória, ele recebeu desprezo, em lugar de coroa, perseguição, e no lugar do palácio, um deserto foi sua habitação por longos anos. Mas Deus não falha, e aos 30 anos ele foi coroado o rei de Israel, e em toda história não houve outro semelhante a ele.
Infelizmente, nossa capacidade de entendimento não alcança a onisciência de Deus, e por isso achamos que está tardando o cumprimento de Deus em nossa vida.
Contudo, creia, Deus sempre nos dá a vitória no tempo certo.


Meire Raposo – 16/08/08 – 11:32 Hs

Eclesiastes,11:3

“Estando as nuvens cheias, derramam aguaceiro sobre a terra...”

Você já reparou como se começa uma tempestade?
Ventos começam a soprar por todo lado.
O sol se esconde em meio às densas e escuras nuvens.
O dia começa a parecer noite, e logo tudo se transforma.
Na nossa vida, muitas vezes acontece o mesmo.
Quando tudo parece estar tão bem, logo vêm os ventos, que nos esbarram de um lado e do outro querendo nos derrubar.
Depois, a alegria do dia se esvai e começa a escurecer a nossa visão.
E com tudo isso, olhamos para o céu, e nele vemos nuvens carregadas, escuras, barulhentos trovões e raios assustadores.
É a tempestade que se formou rapidamente, e que não nos demos conta como.
Mas é só uma questão de tempo.
Nenhuma tempestade dura para sempre, pelo contrário, elas vão se embora tão rápido quanto vieram.
E sabe o que é o melhor disso tudo?
Por mais assustador que tenha sido e apesar dos estragos que tenha feito, ela passou, e deixou toda a terra regada, um ar mais puro e fresco e, um lindo arco-íris no céu.
Para sentir o refrigério, é preciso passar pela escuridão.
Pense nisso.





Meire Raposo – 13/08/08 – 21:22 Hs

Isaías,46:4

“E, quando ficarem velhos, Eu serei o mesmo Deus; cuidarei de vocês quando tiverem cabelos brancos. Eu os criei e os carregarei; Eu os ajudarei e salvarei."



Bom ouvir isso, não é?
Saber que Deus não nos abandonará nunca, nem quando ficarmos velhos.
Realmente essa palavra nos revela a amplitude do Seu amor e a grandeza da Sua misericórdia.
Vivendo em um mundo egoísta e totalmente intolerante com os idosos, ler essa palavra em Suas escrituras, nos mostra, realmente, quem é o nosso Pai.
Não permita que nada desanime você, nem a sua idade.
Os grandes homens da bíblia começaram o seu ministério depois da maturidade, e nem por isso foram esquecidos ou deixados de lado.
Tempo, é só questão de referência.
A verdade é uma só, você é filho de Deus e Ele o fez eterno.



Meire Raposo – 06/06/08 – 10:40 hs

Jonas,1:12

“ Joguem-me para fora do barco e esta tempestade passará, pois eu sei que é por minha causa que ela caiu sobre vocês.”

Ao ler essa passagem, imagino-me na popa de um barco a deriva em alto mar.
Céu escuro, ventos fortes, ondas altíssimas empurrando-me para fora e, chuvas torrenciais machucando o meu corpo.
Num instante eu penso: “Não tem mais jeito, o melhor é, me jogar no mar e acabar logo com isso”.
Mas ao mesmo tempo, imagino:: “E se eu demorar afundar e a tempestade passar? Não conseguirei mais alcançar o barco”.
É aí que percebo a verdade do momento.
Pior que enfrentar a tempestade no barco, é enfrentá-la fora dele.
Sempre que estamos numa situação de conflitos, pensamos em desistir, recorremos ao cansaço e o desânimo toma conta de nossas forças.
Mas vamos refletir um momento.
Por pior que seja, ainda estamos salvos.
Por mais cansados que estejamos, ainda temos uma esperança.
Acreditando ou não, este ainda é o melhor lugar para se estar.
Não adiantará fugir do problema, ele não deixará de existir, e nos acompanhará.
O melhor é esperar a nuvem passar, secar o convés, levantar as velas e continuar a jornada.




Meire Raposo – 05/06/08 – 11: 33 hs

João,19:11

“...Nenhuma autoridade terias sobre mim, se de cima não lhe fosse dada...”


Essa palavra é um alento em meio às aflições.
Saber que nada nos acontece sem a permissão do Pai, nos deixa mais confiantes, mais fortalecidos, menos abatidos.
Às vezes é difícil aceitar, mas se pararmos de olhar carnalmente e começarmos a enxergar com os olhos espirituais, veremos que o Senhor converte toda a maldição em bênção e toda desvantagem em avanço espiritual.
Nenhuma lágrima sai dos nossos olhos sem que esta seja colhida pelo Senhor.
Nenhum tropeço na caminhada escapa do olhar de misericórdia do Pai.
Nenhuma tristeza em nossa alma passa despercebida Dele.
Tudo está sob o Seu domínio e debaixo da Sua soberania.
Nem mesmo o Diabo se esconde do Senhor. Nem seus pensamentos Lhe são encobertos.
Todo plano forjado contra nós vem assinado com a autorização de Deus, e é Ele mesmo que determina o tempo de duração de cada prova.
Ele conhece até onde conseguirmos chegar, e por isso determina nossa vitória no momento certo.
Creia nisso.




Meire Raposo – 14/08/08 – 10:56 Hs

Êxodo,14:21

“...o Senhor... toda aquela noite, fez retirar-se o mar...”

Acabei de ler esse versículo, e realmente posso dizer que é uma grande verdade.
Às vezes, passamos por noites em nossa jornada cristã, mas há noites que além de serem escuras, são longas e frias, como as noites de inverno.
Geralmente, pensamos que o dia nunca mais virá em nossa vida, tamanha a demora da aurora.
Passei por muitas experiências desse tipo em minha caminhada e hoje, passando por uma noite longa de inverno, vejo que é nessa intempérie que o agir do Pai é fiel.
É claro que não enxergamos esse agir, pois a escuridão da noite nos impede. Mas uma coisa é certa, enquanto estamos estagnados numa posição, sem poder andar para a direita ou para a esquerda, é que Deus está trabalhando, movendo os obstáculos a nossa frente.
É quando estamos sem saída.
A noite é escura demais para enxergarmos outro caminho.
Inimigos a nossa espreita pra nos destruir e, a nossa frente um mar do tamanho do Vermelho.
É exatamente nesse momento que o Senhor usa a noite para cegar os olhos dos nossos adversários.
Ele abre o mar a nossa frente e manda que atravessemos. A escuridão não nos permite olhar ao redor, e por isso não tememos os muros do impossível sobre nós, e ao chegarmos do outro lado, o dia renasce, o milagre chega e a promessa se torna real em nossa vida.
Enquanto estamos na escuridão, não temos noção do quanto Deus está trabalhando a nosso favor.
Mas basta clarear o dia, que passamos a enxergar e a entender o porquê da noite ter se demorado tanto.
Era preciso tempo para agir.
Todo aquele mar precisava ser levantado em muros, e uma estrada seca se formar para que pudéssemos atravessar com segurança.
E os inimigos?
Alguns ficaram pra trás, outros, por insistirem, morreram tentando nos seguir num caminho que era só nosso.
Realmente a noite dura o tempo suficiente para o agir de Deus.
Acredite.



Meire Raposo – 04/06/08 – 12:00 hs

Êxodo,15:2

“O Senhor é a minha força e a minha canção...”

Estar debaixo da vontade de Deus requer obediência.
Não é fácil esperar o agir de Deus e não agirmos por nós mesmos.
Não é fácil crer naquilo que nem de longe enxergamos.
Porém, é melhor estarmos debaixo da nuvem que tentar sair pra fora dela.
Imagine o povo de Israel achar que sabia o caminho para Canaã e seguirem a jornada no deserto sem a provisão do Senhor?
Não teria a nuvem para livrá-los do sol escaldante do deserto e nem a tocha de fogo à noite, para aquecê-los e lhes iluminar o caminho.
Sem dizer na água que era sempre suprida e o maná que Deus mandava todos os dias para saciar a fome.
É certo, que muitas vezes a nuvem se estacava em determinado lugar e lá ficava por dias, meses e até anos, até Deus movê-la novamente.
No entanto, todos aqueles que confiaram em Deus entraram na terra prometida e lá receberam a herança do Senhor.




Meire Raposo – 16/08/08 – 11:53 Hs

Romanos,4:18-19

“Abraão, esperando contra a esperança, creu... sem enfraquecer na fé...”
( Rm, 4:18-19)

Hoje ouvi uma pequena ilustração e fiquei a pensar em minha vida.

“Certa mulher, acordou pela manhã e foi para a feira a fim de comprar vegetais, frutas e verduras para a sua família. Ao chegar lá, começou a comprar: Banana para o seu filho atleta, hortaliças para a sua filha vaidosa, frutas para o seu marido...e o vendedor chegou para ela e perguntou: “O que vai comprar pra você? “Ela, por um instante, parou e pensou: “O que eu posso levar para mim?” Ah!!! Já sei. Vou levar jiló. Há anos não como, pois minha família não gosta e nunca compro para mim.”

Eu já fui como esta mulher.
Ao analisar minha vida, vejo que deixei de fazer muitas coisas em função de outras pessoas.
Abdiquei de sonhos, interesses, vontades, tudo para agradar ou não desagradar alguém.
Mas o que eu ganhei com isso?
Absolutamente nada.
Ao olhar para trás, me sinto frustrada por não ter feito tanta coisa que queria, e por ter desistido de sonhos que hoje poderiam ser concretos e usufruídos por mim.
No entanto, antes de me assentar aqui para escrever essas reflexões, li o versículo que está escrito acima.
Ainda posso conquistar tudo o que deixei para trás.
Ainda posso sonhar e alcançar cada sonho plantado em meu coração por Deus.
Ainda posso ser eu mesma e deixar exalar de minhas atitudes, minha verdadeira personalidade.
Descobri com o tempo, aliás, ele ensinou-me que se deixa de ser nós mesmos em função de alguém, é porque na verdade esse alguém não nos aceita como somos realmente, e se não nos aceita, é porque não nos ama.
Ninguém tem o direito de frustrar os nossos sonhos, ninguém, em sã consciência, atrapalha a vida de uma pessoa por amor.
Amar é aceitar o outro como ele é.
É entender as suas necessidades, embora muitas venha bater de frente com o nosso orgulho.
É apoiar e ser cúmplice do amado.
Antes de qualquer coisa, é respeitar o direito que cada um tem de ser feliz e querer a sua liberdade.
Realmente, lutar contra a oposição e as circunstâncias que nos são apresentadas, não é nada fácil.
Crêr sem enfraquecer, muito menos.
Porém, a fé não é o firme fundamento das coisas que não existem, e a prova daquilo que não se vê?
Então eu vou lutar.
Vou prosseguir em minha jornada perseverando e acreditando que eu posso, pois se Ele está em mim, quem pode me impedir?

Meire Raposo – 02/06/08 – 09:55 hs

Romanos,8:28

“...Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus...”


Difícil acreditar nisso, não é?
Ainda mais quando se é traído por um amigo, decepcionado pelo marido ou apunhalado pelas circunstâncias da vida.
O comum é pensarmos que, pelo menos vinte e cinco por cento do que nos acontece, foi para o nosso bem, no máximo cinqüenta, mas tudo?
Cem por cento?
Parece até brincadeira.
Não dá pra aceitar que uma traição opera ao nosso favor.
Como pode isso?
Bom, quem sabe foi esta a única forma que Deus teve para lhe mostrar a Sua onisciência e, de lembrar-lhe de alguma Palavra do passado?!
Infelizmente, temos o mau hábito de achar que sabemos o que fazer em qualquer situação, e por isso, acabamos sofrendo algumas conseqüências, só para nos lembrarmos que não somos nada e que dependemos exclusivamente de Deus. Para tudo.
Se Ele está permitindo que passemos por alguma dificuldade, é porque de fato, quer ensinar-nos algo com isso.
Tudo tem um propósito.
Ele não permite que soframos a toa.
É na luta que aprendemos a confiar mais Nele e a aceitar a Sua suprema vontade.





Meire Raposo – 10/06/08 – 15:03 hs

Salmo,103:2

“Bendiga o Senhor a minha alma! Não esqueça de nenhuma de suas bênçãos.”

Tem dia que a gente acorda meio desanimado, parece que o novo dia não terá nenhuma surpresa, nenhuma novidade, nenhum motivo pra se levantar da cama e dizer: “Hoje vai ser diferente.”
A gente já acorda pensando nos problemas que parecem não ter fim, olhando ao nosso redor e enxergando todas as circunstâncias contrárias que nos abatem , falando e murmurando além da conta.
Dificilmente acordamos e dobramos os nossos joelhos para apresentar a Deus o nosso dia.
É mais fácil já reclamarmos que nos submetermos a esta tão “difícil tarefa”.
Como seria acordar, e já pela manhã, ajoelharmos para agradecer a noite tranqüila que tivemos e, para pedirmos ao Pai um dia de vitórias e direção?
Como seria entregar toda inquietação da nossa alma a Ele e suplicarmos a Sua misericórdia e vontade para aquele momento?
E ainda: Como seria aceitar os conselhos do Pai durante todo o dia e, no final dele, poder respirar aliviado por tudo ter dado certo?
Acho que ainda dá tempo de fazer isso.
Vou experimentar.





Meire Raposo – 03/06/08 – 10:41 hs

terça-feira, 29 de abril de 2008

MINHA VIDA

Tem dia que eu paro pra pensar e não consigo entender certas coisas.
Ainda que eu reflita, analise, questione, nada responde as dúvidas que tenho dentro de mim.
É tão difícil aceitar determinadas coisas em nossa vida, ainda que sejam consequências de decisões feitas por nós mesmos.
Tento achar a resposta, procuro uma saída, tento maquiar o problema pra que ele se pareça menor, mas é impossível.
E o pior é que o tempo vai passando, e com ele vou perdendo um pouco da minha vitalidade, vou perdendo entusiasmo, vou perdendo minhas forças.
Sem querer, percebo que minhas convicções foram mudadas, que aquilo que pra mim era a coisa mais importante foi perdendo o sentido e que já me dedico muito mais às pessoas ao meu redor que aos meus próprios objetivos.
Tem hora que me bate uma tristeza, uma angústia, um medo de nunca saber o que seria se as coisas fossem diferentes?!
Estranho, né?
Mas isso me aflige.
Sabe como é, olhar para traz e ver tantas coisas que eu gostaria de ter feito e não fiz, experimentado e não experimentei, conhecido e não conheci,...
Será que eu ainda terei tempo de sentir o gosto de uma vida diferente aqui na terra?
Será, Senhor, que eu ainda terei outra chance de fazer novas escolhas e ser feliz nelas?
Preciso tanto de uma resposta!!!
Escuta Senhor, o clamor da minha alma, e me perdoe por não ter dado ouvido a Sua voz antes. Tudo poderia ser tão diferente hoje!!!
Cuida de mim, Senhor.

terça-feira, 8 de abril de 2008

"...ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte..."

É tão difícil entender o porquê de passarmos por momentos de solidão, vazio e deserto espiritual.
Geralmente, quando estamos num deserto, estamos desprovidos de água, alimento e também de vestimentas.
No deserto, vive-se do que tem, e não se tem muito.
Mas o tremendo dessa história, é que quando estamos atravessando um deserto espiritual, não estamos sozinhos...temos Deus ao nosso lado. Não padecemos de fome, pois Ele mesmo envia o maná dos céus para nos alimentar todos os dias, não ficamos com sede, pois até da pedra Ele faz brotar água pura e fresca.
O deserto é lugar de milagres.
É onde vemos o impossível acontecer.
Onde desfrutamos dos cuidados do Pai intensamente.
Onde somos capacitados, experimentados, ensinados, lapidados,...
É lá que aprendemos a confiar mais em Deus.
E pode ter certeza de uma coisa: Depois que passamos por um deserto, nunca mais somos os mesmos, pois os cuidados do Pai e os milagres presenciados, tornan-nos outra pessoa.
Loading...

Pesquisar este blog